Banco de Dados

17 abr, 2019

Amazon quer guardar fotos de astrônomos chilenos em nuvem

visualizações
Publicidade

A AWS (Amazon Web Services) informou que vai ajudar os astrônomos do Chile a conseguirem grandes quantidades de dados. Isso será possível, usando os serviços de computação em nuvem da Amazon. A ação é considerada importante para os planos da empresa, que quer expandir seus negócios na América Latina.

A companhia vai usar os telescópios do deserto do Atacama, no Chile. A deia é armazenar dados e imagens tiradas por esses equipamentos e oferecer aos pesquisadores as ferramentas para acessá-las em qualquer lugar. A informação foi dada á agência Reuters por Jeffrey Kratz, gerente-geral do setor público da AWS na América Latina, Caribe e Canadá.

Kratz disse à Reuters que tem 70 por cento dos telescópios estão pesquisando o céu à noite. O problema é que 83% dos dados não podem ser guardados porque não há capacidade de armazenamento suficiente.

Computação em nuvem da Amazon

A Amazon, segundo a Reuters, controla quase um terço do setor global de computação em nuvem. O objetivo agora é atrair instituições públicas na América Latina para armazenar seus dados online. Essa iniciativa ajuda a evitar que os conteúdos fiquem guardados em máquinas físicas, correndo o risco de um perdê-los.

De acordo com a agência de notícias, os dados permaneceriam criptografados. Ou seja, a Amazon não teria acesso aos dados. Apenas os participantes escolhidos pelo Observatório de Dados Chileno poderiam ter acesso ao conteúdo .

A AWS é uma parte lucrativa e em rápido crescimento dos negócios da Amazon. A companhia disse em janeiro que a receita do quarto trimestre subiu 45 por cento, para 7,43 bilhões de dólares.