Banco de Dados

2 abr, 2015

O top 5 das plataformas NoSQL no mercado atual

100 visualizações
Publicidade

Os especialistas dizem que os dados do mundo estão dobrando a cada dois anos. Esse aumento em Big Data destacou as limitações da dependência de formas tradicionais de armazenamento e gerenciamento de dados, ao mesmo tempo em que concentrou a atenção em novos métodos para lidar com o volume e a variedade dos dados estruturados e não estruturados. Nessas discussões, um dos termos que você certamente já ouviu muito é a expressão “NoSQL”.

Bancos de dados NoSQL têm crescido rapidamente em popularidade nos últimos anos, e as perspectivas do mercado para esse nicho são grandes. Na verdade, o NoSQL surgiu como a escolha preferida para desenvolvimento mobile e web. Então, vamos parar um pouco e considerar os pontos mais importantes que você deve estar pensando sobre o NoSQL. O que é mais importante saber, no atual estágio, sobre esse mercado excitante? A seguir, destacamos as 5 principais coisas que você deve saber sobre NoSQL.

MongoLab

MongoLab

As chances são boas de que você já tenha ouvido falar do MongoDB. O MongoDB é um banco de dados de código aberto que surgiu em 2007 e, desde então, ganhou a reputação do banco de dados NoSQL mais popular do mundo. O MongoLab é uma startup MongoDB, que começou em 2011 como um serviço de banco de dados em nuvem hospedando bancos de dados MongoDB e rodando provedores de nuvem como Amazon, Google, Joyent, Rackspace e Windows Azure. O MongoLab é muito bom, pois conseguiu combinar o negócio ideal (MongoDB) e o melhor modelo de entrega (PaaS) de uma forma que realmente chamou a atenção dos desenvolvedores na comunidade NoSQL.

MongoDB

A extensibilidade e a escalabilidade das ofertas MongoDB e MongoLab são especialmente impressionantes quando medidas por sua pegada de crescimento no mercado de armazenamento de dados. MongoDB Inc., em colaboração com a Microsoft e o MongoLab, anunciou no verão passado um add-on MongoDB-as-a-Service totalmente gerenciável oferecido na loja da Microsoft Azure.

MarkLogic

MarkLogic

MarkLogic é uma empresa baseada no Vale do Silício, fundada em 2001, que cria o que ela define como “o único banco de dados NoSQL empresarial” no mercado. Começando com as suas raízes na base de dados XML, a empresa alavancou mais de uma década da experiência no desenvolvimento de soluções para dados não estruturados, levando-a a ganhar o rótulo de “empresa NoSQL”. A experiência valeu a pena, e a empresa está bem financiada com um total de US $ 73,6 milhões recebidos em 6 rodadas de cinco investidores – o mais recente sendo mais de US $ 25 milhões, em abril de 2013.

MarkLogic define sua solução como um servidor de banco de dados focado em documento, transacional, focado em pesquisa, estruturado, sem esquemas, programático, de alto desempenho, e clusterizado. Ela é amplamente implantada no mercado editorial, no governo, nas finanças e em outros setores, com centenas de sistemas de larga escala na produção. Foi usado como o principal banco de dados para os Jogos Olímpicos de Verão de 2012 em Londres, bem como pela Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos, o que sinaliza a merecida reputação do MarkLogic como uma plataforma altamente escalável, robusta e segura para as soluções de Big Data.

MarkLogic lançou em 2013 uma plataforma semântica chamada MarkLogic 7, que fornece a capacidade de armazenar bilhões de RDF triplos que podem se juntar ao SPARQL para oferecer dados mais ricos, mais profundos, de formas que não são possíveis com modelos relacionais ou NoSQL.

CouchBase

Couchbase

Uma recente rodada de financiamento de US$ 60 milhões fez do Couchbase um dos bancos de dados NoSQL emergentes e recém-populares no mercado hoje, rivalizando com MongoDB. Uma das principais áreas onde o Couchbase inovou foi na de fornecer escalabilidade simplificada e desempenho para aplicativos interativos na interseção do que ele chama de “três megatendências interrelacionadas – Big Data, Big Users e Cloud Computing.”O Cloudbase também pressionou o gerenciamento de dados de ofertas móveis, permitindo aos usuários sincronizar facilmente dados entre dispositivos móveis e nuvem.

A tecnologia de código aberto do Couchbase está disponível em duas versões: uma edição comunitária que vem sem correções de bugs recentes, e a estável Enterprise Edition, para uso comercial. Os builds do Couchbase estão disponíveis para Ubuntu, Red Hat, plataformas Windows e Mac OS X.

CouchDB

CloudDB

CloudDB é uma distribuição Apache NoSQL que é open source e se concentra em facilidade de uso e em ser “um banco de dados que abrange completamente a web”. Ele alcançou popularidade na comunidade NoSQL, aproveitando as mais recentes tecnologias web para criar armazenamento fácil e acessível de dados. Por exemplo, com CloudDB, você pode armazenar seus dados com documentos JSON, acessar seus documentos e consultar os seus índices com o seu navegador web, via HTTP. Você pode também fazer um indexar, combinar e transformar seus documentos com JavaScript. Essas características tornaram o CouchDB particularmente adequado para a web moderna e o desenvolvimento de aplicativos móveis. É até possível servir aplicativos web diretamente do CouchDB.

Os recursos do CouchDB são mais facilmente acessíveis por meio da sua interface embutida de administração web chamada Futon, que permite que os usuários gerenciem seus bancos de dados, visualizem e editem documentos, componham e executem MapReduce, e acionem replicação entre bancos de dados.

AmazonDB

DynamoDB

O DynamoDB da Amazon é um serviço de banco de dados NoSQL totalmente proprietário que utiliza a imensa infraestrutura de computação em nuvem da Amazon. Ele é o ápice de 15 anos de experiência na construção de bancos de dados não relacionais para as próprias necessidades internas da Amazon e representa a versão baseada em nuvem dessa tecnologia desenvolvida para clientes externos.

Com o DynamoDB, tudo que você tem a fazer é criar a tabela de banco de dados, e o serviço faz o resto. À medida que você escalona, não há necessidade para provisionamento de hardware ou de software, configurações e set ups, aplicação de patches de software, operação de um cluster de banco de dados distribuído ou a necessidade de dividir os dados através de várias instâncias. DynamoDB é o único que funciona com base no princípio da “taxa de transferência” em vez de armazenamento. Com base nesse modelo, o serviço Amazon DynamoDB irá garantir que aloca os recursos da máquina para atender às suas necessidades de taxa de transferência, juntamente com a garantia de um desempenho consistente, de baixa latência.

O modelo do Amazon de “pagar apenas pelo que usa”, sem taxa mínima e escalabilidade de baixo custo, torna-o uma maneira barata e acessível para as empresas aproveitarem os últimos avanços em desempenho NoSQL.

***

Hovhannes Avoyan faz parte do time de colunistas internacionais do iMasters. A tradução do artigo é feita pela redação iMasters, com autorização do autor, e você pode acompanhar o artigo em inglês no link: http://blog.monitis.com/2015/01/26/the-top-5-nosql-platforms-on-the-market-today/