Banco de Dados

31 mar, 2015

As 5 principais coisas que você precisa saber sobre NoSQL

100 visualizações
Publicidade

Especialistas dizem que a quantidade de dados gerada no mundo todo está dobrando a cada dois anos. Esse aumento épico em Big Data destacou as limitações da dependência das formas tradicionais de armazenamento e gerenciamento de dados ao mesmo tempo em que concentrou a atenção em novos métodos para lidar com o volume, a variedade e a veracidade dos dados estruturados e não estruturados. Nessa discussão, um dos termos que você certamente já ouviu falar é a expressão “NoSQL”.

NoSQL

Bancos de dados NoSQL têm crescido rapidamente em popularidade nos últimos anos, e as perspectivas do mercado para esse nicho são grandes. Na verdade, o NoSQL surgiu como a escolha preferida para desenvolvimento mobile e web. Então, vamos parar um pouco e considerar os pontos mais importantes que você deve estar pensando sobre o NoSQL. O que é mais importante saber, no atual estágio, sobre esse mercado excitante? A seguir, destacamos as 5 principais coisas que você deve saber sobre NoSQL.

NoSQL representa uma grande distância dos bancos de dados relacionais tradicionais

O nome NoSQL é um termo técnico que significa tanto “Não SQL” ou “Não só SQL” e representa uma mudança de conceitos que visa a confiar exclusivamente nos bancos de dados relacionais. Os bancos de dados relacionais (RDMS) surgiram na década de 1970 e foram baseados em um conjunto de tabelas de dados que podem ser consultadas e combinadas com base em linguagens como SQL. Essas arquiteturas de banco de dados foram “estruturadas”, o que significa que os dados foram organizados em um formato uniforme e variaram pouco ao longo do tempo.

NoSQL-1

Arquitetura NoSQL tem claras vantagens

Há uma série de tipos de bancos de dados NoSQL, baseados em pares de chave/valor, armazenamento de famílias de dados, gráficos de bancos de dados, bancos de dados documentais etc. Bancos de dados baseados em pares de chave/valor são os mais populares e funcionam com um método fundamental para a representação de dados em sistemas e aplicativos de computador. Nesse esquema, existe uma chave única para um determinado objeto que precisa ser devolvido; consultar o banco de dados para essa chave única vai retornar resultados a partir de qualquer nó do objeto.

O NoSQL é também muito mais escalável, já que os dados podem ser armazenados sem um esquema predefinido e o desenvolvimento é mais rápido e o código de integração é mais confiável. Isso tudo se traduz em maiores e mais rápidas alterações de aplicativos em tempo real.

O NoSQL suporta uma ampla gama de aplicativos

Há um grande número de aplicativos para armazenamento de dados NoSQL e soluções de processamento atualmente, que vão desde armazenamento de perfis de usuário a sites de comércio eletrônico, aplicativos móveis etc. O Netflix é um exemplo de alto perfil de uma grande organização que migrou do Oracle para o banco de dados NoSQL Cassandra para ajudá-lo a transmitir melhor sua enorme quantidade de conteúdo para milhões de clientes em todo o mundo diariamente. Há um número crescente de possíveis casos de uso para a forma sobre como as organizações de hoje podem aproveitar os benefícios do NoSQL.

NoSQL-2

NoSQL é ideal para pequenas empresas

A capacidade de fornecer alta quantidade de dados e ampla variedade de aplicativos online por uma fração do custo que teria com os métodos tradicionais é também uma das razões pelas quais as tecnologias NoSQL são uma solução interessante para pequenas organizações com orçamentos limitados. Alguns dos principais bancos de dados NoSQL do mercado hoje são: MongoDB, MarkLogic, Couchbase, CloudDB e Amazon Dynamo DB. Cada fornecedor tem surgido com soluções robustas, escaláveis ​​e baseadas em nuvem que permitem o processamento rápido de aplicativos Big Data em tempo real – todas de maneiras muito acessíveis.

A perspectiva do NoSQL é forte

O mercado mostra um formidável crescimento com previsão de chegar a US$ 3,4 bilhões em investimentos em tecnologia NoSQL em 2020, representando com isso uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 21% para o período 2015 – 2020. Com o enorme crescimento esperado da Internet das Coisas e o grande mercado que o Big Data vai produzir, as pequenas empresas fariam bem em começar a olhar seriamente para o NoSQL e a tomar medidas para adotar essa tecnologia e aproveitar de seus benefícios.

**

Hovhannes Avoyan faz parte do time de colunistas internacionais do iMasters. A tradução do artigo é feita pela redação iMasters, com autorização do autor, e você pode acompanhar o artigo em inglês no link: http://blog.monitis.com/2014/11/07/top-5-things-you-need-to-know-about-nosql/