Desenvolvimento

14 mar, 2019

Qualcomm terá fábrica de desenvolvimento de chips no Brasil

visualizações
Publicidade

A fabricante de chips Qualcomm, dos Estados Unidos, informou que até 2020 deve ter uma fábrica no Brasil, na cidade de Jaguariúna, no interior do estado de São Paulo. Segundo o Estadão, o contrato para o empreendimento foi assinado em 2018 pela empresa e pelo governo paulista.

A nova fábrica pode aquecer o setor de tecnologia no Brasil e aumentar a produção de softwares e apps, permitindo que a busca por profissionais, de todos os tipos de desenvolvimento do setor, também cresça.

O anúncio da fábrica foi feito junto com o lançamento do novo chip da Qualcomm, o Snapdragon SiP 1, no Brasil, o primeiro país a receber a tecnologia. O produto foi desenvolvido para compactar em um chip pequeno todo o sistema que faz o smartphone funcionar.

Fabrica reduzirá custos do Brasil

A ideia é reduzir o tempo de fabricação de aparelhos e permitir que fabricantes aproveitem o espaço do celular para outras coisas, como bateria e sensores. A futura fábrica em Jaguariúna poderá reduzir o custo de 20 bilhões de dólares que o governo brasileiro gasta para trazer semicondutores importados ao país, de acordo com a Qualcomm.

Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm na América Latina, disse à Revista EXAME que ainda é cedo para entender qual será o impacto do SiP no mercado de smartphones, apesar do seu potencial para diferentes segmentos. “Ele traz simplicidade de desenho e fabricação e reduz o tamanho dos form- factors. É uma nanotecnologia que permite fazer coisas que sem ela não seriam possíveis”, diz Steinhauser.