DevSecOps

29 out, 2014

A gestão de projetos como fator de sucesso

177 visualizações
Publicidade

Na gestão de projetos, segundo o guia PMBOOK, um projeto pode ser considerado de sucesso quando foi entregue dentro do prazo estabelecido, com o escopo planejado e com a qualidade requerida ou desejada pelo cliente. Sucesso nas organizações é quando alcançamos um objetivo definido estrategicamente. No entanto, a experiência tem mostrado que a grande maioria das empresas não possui um objetivo bem definido; com isso, não sabem onde querem chegar.

“A maior tragédia do ser humano não é conseguir o seu objetivo; a maior tragédia é não ter nenhum objetivo para conseguir.” Autor desconhecido

Quando aplicada corretamente, a gestão de projetos possui um papel muito importante dentro das organizações, empregando processos confiáveis e estabelecidos para atingir os objetivos estratégicos e obter o maior valor de negócio de seus investimentos. Mesmo que nem todas as organizações sejam orientadas para os negócios (órgão governamental, entidades sem fins lucrativos etc), todas devem concentrar seus esforços em alcançar valor de negócio em suas atividades.

O sucesso no valor no negócio tem início com um bom planejamento estratégico e gerenciamento, que parte de instruções bem definidas de crescimento e métricas de desempenho. O uso da gestão de projetos é de extrema importância para transformar a estratégia organizacional e o sucesso do valor do negócio em uma unidade coesa.

As organizações que adotam filosofia e práticas maduras de gestão de projetos, estão mais qualificadas a obter sucesso no mercado competitivo do que aquelas com as velhas práticas. Administrar um investimento à base de muitos gráficos e intuição é coisa do passado. É fundamental entender claramente a missão, o escopo, os objetivos e a entrega de cada projeto desde a sua concepção.

No mundo atual, os projetos tornam-se aparentemente cada vez maiores e mais complexos, requerendo planejamento e coordenação extensivos. O fluxo de trabalho e a coordenação devem ser administrados horizontalmente e não mais verticalmente, como ocorria na gerência tradicional.

Boas práticas de gestão de projetos permitem que as organizações tenham uma visão geral de como seus projetos refletem os objetivos estratégicos e instituem meios de atingir metas e objetivos. Entretanto, boas práticas não são suficientes se a organização não possui profissionais que assumam o papel do gerente de projetos. Segundo o PMBOK “o gerente de projetos é a pessoa alocada pela organização executora para liderar a equipe responsável por alcançar os objetivos do projeto”.

É esperado que estes profissionais possuam conhecimentos sobre gerenciamento de projetos, habilidades éticas, interpessoais e conceituais para ajudá-los a analisar situações e interagir de maneira apropriada com as partes interessadas. Estas que, por sua vez, podem influenciar positivamente ou negativamente o projeto e cabe ao gerente de projetos envolvê-las para que possam contribuir positivamente durante todo o ciclo de vida do projeto.

Estas ações ajudam a minimizar impactos em relação a custos, prazo, escopo, qualidade e satisfação do cliente. Como resultado de um trabalho de gestão em seu nível máximo de excelência, o objetivo principal da organização será alcançado.