Design & UX

27 dez, 2012

Melhores de 2012 – Nada se cria, tudo se copia e blá blá blá…

100 visualizações
Publicidade

O que tivemos de mais interesse em 2012? Quais foram melhores artigos, as opiniões que geraram maiores discussões? Isso é o que você vai encontrar nessa seleção de artigos que fizemos especialmente para você: os melhores conteúdos de 2012. Já que final e início de ano é sempre um tempo propício para fazer um balanço do que passou e o planejamento para o que ainda virá, esperamos que os artigos publicados aqui te ajudem nisso!

Boas festas e feliz 2013! Um abraço da equipe de Redação do iMasters!

 

Hoje em dia, o mundo está cheio de gente que vive a filosofia do “nada se cria, tudo se copia”. Não é bem assim que a as coisas funcionam, mas o mundo tem umas coincidências mágicas. Lembro bem de como nasceu o logotipo do blog ELETRENIMENTO (calma gente, o blog não é uma cópia!).

Na verdade, antes de pensar no logotipo, tivemos que pensar no nome. Era um dia comum de trabalho e bem próximo da hora do almoço, quando eu e o @interney decidimos que era hora de parar de ler e-mails que nos faziam quebrar a cabeça com problemas e que almoçaríamos temaki, enquanto rabiscaríamos as ideias de nomes para os canais da rede. O tema do blog era “eletrônico” e “entretenimento”, logo, ELETRENIMENTO! Na mesma hora o@interney começou a verificar as URLs, registros, domínios e afins.

Só depois disso começava a minha parte: achar a inspiração para o layout do canal e o “pior” de tudo: para o logotipo. Passei uma tarde navegando pela Internet acessando resultados de busca, na tentativa de encontrar alguma algo inspirador quando a referência se trata de eletrônicos. Desenhei muita coisa! Achava que se colocasse o layout dentro de uma TV funcionaria, mas ele acabaria ficando escuro.

Olhei a minha volta e percebi que a 90% dos produtos eletrônicos têm uma luz de stand by que fica constantemente ligada, o que me fez ver que “luzes” poderiam ser o caminho.  Sem querer, o Google me trouxe o TRON, que me deu a ideia de usar um tom azulado. Mas eu tive muito trabalho para não remeter muito ao mesmo azul do filme, afinal, isso poderia parecer plágio.

Continue lendo o artigo e descubra qual foi o filme que realmente me deu a referência que eu precisava.