Design & UX

14 mar, 2012

Nada se cria, tudo se copia e blá blá blá….

100 visualizações
Publicidade

Hoje em dia, o mundo está cheio de gente que vive a filosofia do “nada se cria, tudo se copia”. Não é bem assim que a as coisas funcionam, mas o mundo tem umas coincidências mágicas. Lembro bem de como nasceu o logotipo do blog ELETRENIMENTO ( calma gente, o blog não é uma cópia!).

Na verdade, antes de pensar no logotipo, tivemos que pensar no nome. Era um dia comum de trabalho e bem próximo da hora do almoço, quando eu e o @interney decidimos que era hora de parar de ler e-mails que nos faziam quebrar a cabeça com problemas e que almoçaríamos temaki, enquanto rabiscaríamos as ideias de nomes para os canais da rede. O tema do blog era “eletrônico” e “entretenimento”, logo, ELETRENIMENTO! Na mesma hora o @interney começou a verificar as URLs, registros, domínios e afins.

Só depois disso começava a minha parte: achar a inspiração para o layout do canal e o “pior” de tudo: para o logotipo. Passei uma tarde navegando pela Internet acessando resultados de busca, na tentativa de encontrar alguma algo inspirador quando a referência se trata de eletrônicos. Desenhei muita coisa! Achava que se colocasse o layout dentro de uma TV funcionaria, mas ele acabaria ficando escuro.

Olhei a minha volta e percebi que a 90% dos produtos eletrônicos têm uma luz de stand by que fica constantemente ligada, o que me fez ver que “luzes” poderiam ser o caminho.  Sem querer, o Google me trouxe o TRON, que me deu a ideia de usar um tom azulado. Mas eu tive muito trabalho para não remeter muito ao mesmo azul do filme, afinal, isso poderia parecer plágio.

Foi um outro filme que me deu a referência que eu precisava. O grande truque estava em The Prestige. Eu estava trocando o canal da TV, quando me deparei com a cena mais linda do filme, na qual o diretor de Inception me arrebata. O mágico, interpretado por Jackman, está em um campo coberto de neve e, do nada, lâmpadas se acendem.

“TESLA!”, eu susurrei baixinho. E ali estava minha referência:

Nikola Tesla nasceu em 1856 e revolucionou a eletricidade, nos permitindo ter a realidade de hoje e contribuindo pra que possamos ter eletroeletrônicos em nossas casas.

Como se referir à tesla em um logotipo e pregar essa influência de forma subliminar em uma imagem? A resposta era tesla coil!

A estrutura de um tesla coil original é cheia de voltas de um tubo metálico, por onde a energia passa. Se eu conseguisse remeter à isso; se usasse uma cor que lembrasse a luz e a eletricidade, eu conseguiria chegar exatamente ao que queria.

Depois de dias vetorizando tubos, consegui uma criar uma fonte (eu a criei do zero) que era exatamente o que eu queria passar:

Foi assim que nasceu o logotipo do blog. Essa é a prova de que a inpiração está em todos lugares e que um bom designer tem que ter olhos atentos, memória sagaz, ler bastante e ver muitos filmes. Tenha prazer em se inspirar sempre!

Veja e baixe a paleta de cores usada na logo e no layout !