AWS

29 jan, 2014

Estudo de Caso AWS: Cia de Talentos

100 visualizações
Publicidade

Hoje temos o prazer em publicar mais um estudo de caso sobre a utilização da Nuvem da Amazon Web Services. Se você também quer contar sua história para nós, entre em contato conosco!

O caso é do Grupo DMRH, uma empresa especializada em recursos humanos disponibilizando um canal de recrutamento por meio de seus portais.

6a00d8341c534853ef019b021de952970b

Miguel Medeiros, IT Manager do Grupo DMRH, nos conta abaixo um pouco mais sobre a empresa e como utilizam a Nuvem da Amazon Web Services.

“O Grupo DMRH foi criado em 1988 e está sediado em São Paulo. Nós somos uma consultoria especializada em serviços de seleção de capital humano. Atuamos junto as empresas de médio e grande porte mantendo por meio de nossos portais, como por exemplo o Cia de Talentos, um canal de recrutamento de estagiários e trainees para o mercado corporativo.

A utilização da nuvem da Amazon Web Services foi devido ao nosso grande desafio em termos de disponibilidade e flexibilidade para os momentos de picos no tráfego devido a sazonalidade do mercado. O fato de podermos aumentar ou reduzir o tamanho do ambiente de infraestrutura de nossos portais e a maneira de pagamento on demand, fizeram com que a adoção dos seviços da AWS fosse unânime entre nossos decisores.

Hoje a empresa utiliza a Nuvem da AWS hospedando os portais, nosso site institucional e o portal Cia de Talentos que são acessados por várias regiões da América Latina.

Atualmente toda a nossa infraestrutura está em cima da AWS. Utilizamos o Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) para prover os servidores executando todo o processamento de dados realizado pela empresa, o Amazon Elastic Block Store (Amazon EBS) para armazenamento de dados, Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) provisionando uma seção da nuvem isolada logicamente, o Amazon Elastic Load Balancing (Amazon ELB) que distribui automaticamente o tráfego de entrada em várias instâncias, o Amazon Route 53 como serviço de DNS para todos os domínios da empresa e o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) armazenando todos os nossos backups dentro da Nuvem da AWS.

Com o apoio do parceiro BRLink, que desenvolveu todo o projeto, desde o planejamento até a migração do ambiente com as aplicações em um tempo muito curto, 1 mês e meio, nos sentimos confortáveis e seguros com o trabalho efetuado e atualmente toda a gerência e monitoramento do ambiente é realizada por eles.

Com a implantação da Nuvem da AWS, nosso tempo de disponibilidade foi acrescido em 30%. Também reduzimos o investimento em infraestrutura em 30% (antes era de U$ 1000,00/mês e hoje é de U$ 650,00 / mês). Aumento de usuários simultâneos suportados pelo portal em 50% (de 100 para 150). Como os portais são utilizados para recrutamento, o aumento da estabilidade e capacidade de atendimento a usuários simultâneos, aumentou em 50% o que trouxe mais valor aos nossos clientes.

O que aprendemos de fundamental nesta migração é que deve-se conhecer os recursos da nuvem e suas características, para realmente percebermos o valor da AWS em relação aos datacenters convencionais e, após esta constatação, a decisão fica mais fácil de ser tomada à favor da Amazon Web Services. Além disso é importante contar com um parceiro capacitado para executar o projeto e a gerência do ambiente, uma vez que a estrutura de serviços da AWS é diferente de um datacenter.

Também o que mais gostamos da AWS é a possibilidade de pagarmos somente aquilo que utilizamos da infraestrutura, isso acompanha nossa demanda com agilidade extra e uma enorme capacidade.

Como planos futuros, pretendemos manter todas as nossas novas aplicações web e portais utilizando a nuvem da Amazon Web Services”.

E este foi mais um estudo de caso de uso da Nuvem da AWS. Aproveite também para nos contar a sua história.