PHP

14 out, 2019

Criando um ambiente de desenvolvimento PHP mínimo com Docker – Parte 1

100 visualizações
Publicidade

Fala devs, tudo certo?

Hoje estou iniciando uma série de três artigos onde irei escrever sobre docker e mostrar como é simples configurar um ambiente de desenvolvimento mínimo utilizando containers.

Estrutura da série

  1. Conceitos básicos, caso de uso, vantagens e instalação
  2. Criação de um ambiente PHP
  3. Servidor web e banco de dados

O que são containers docker?

São ambientes isolados que são executados como uma virtualização em nível de sistema operacional e utilizam os recursos do kernel linux.

O que é docker?

É uma ferramenta que oferece a camada de abstração necessária para que possamos usar containers nas nossas aplicações de forma transparente.

Quais são as vantagens de utilizar isso?

Considere o seguinte cenário:

A empresa Xamp Ltda era uma organização muito bacana, mas estava com alguns problemas:

  • Sempre que a equipe recebia um novo integrante, precisava configurar todo o ambiente de desenvolvimento para o novo colaborador
  • Os desenvolvedores estavam perdidos em meio a quantidade de ferramentas, configurações e tecnologias presentes nas suas máquinas de trabalho
  • Infelizmente as configurações do ambiente local de desenvolvimento não funcionavam para todos os projetos da equipe
  • Os projetos que eram testados neste ambiente, quando enviados para a produção, apresentavam problemas nunca vistos antes pelos desenvolvedores

Containers docker

Um colaborador sugeriu a utilização de containers docker no ambiente de desenvolvimento, alegando que isso resolveria quase todos os problemas da equipe, sendo:

  • Como é possível replicar um ambiente docker através de uma “receita” onde constam todas as dependências e configurações, o problema do primeiro item será resolvido facilmente entregando ao novo colaborador a “receita” com as respectivas instruções de uso
  • Nada mais será instalado e configurado localmente, pois os desenvolvedores criarão “receitas” específicas para cada necessidade e/ou projeto, resolvendo os problemas descritos nos itens 2 e 3
  • Quando a equipe decidir utilizar containers docker em ambiente de produção, deverá replicar o ambiente de desenvolvimento apenas com algumas configurações extras, eliminando o problema descrito no último item, também conhecido como “na minha máquina funciona”

Instalação

Como a instalação possui algumas particularidades que variam de acordo com o sistema operacional que está sendo utilizado, deixarei os links abaixo:

Instruções de instalação do Docker e Docker Compose (será utilizado para gerenciar a nossa “receita”)

Chegamos ao final da primeira parte da série “Criando um ambiente de desenvolvimento PHP mínimo com Docker” e vocês podem acessar através deste link a segunda parte da série!

Obrigado e forte abraço!