DevSecOps

2 abr, 2014

Inspire-se com fantásticos projetos para Raspberry PI

100 visualizações
Publicidade

Nos últimos posts aqui do Fazedores mostramos um pouco sobre os mini-PCs como Raspberry Pi e BeagleBone Black. Também mostramos em mais detalhes o Raspberry Pi, que é um dos mini-pcs mais falados do momento. Agora que você já sabe o que são e quais são os principais modelos no mercado, que tal explorarmos algumas das possibilidades de projetos para fazer com eles? Hoje, mostraremos alguns projetos para Raspberry Pi bem legais e bem simples para quem está começando.

Media Center

Um Raspberry Pi é uma máquina muito mais inteligente que um Blu-ray player, um aparelho de home theater ou um sintonizador de TV a cabo. Além disso, custa uma fração do preço, é muito menor e não requer assinatura mensal. Como se não bastassem estas vantagens, ele pode se conectar às outras máquinas da sua casa, puxando fotos, filmes e música de outros computadores ou de discos conectados ao seu roteador ou NAS. Não é o suficiente? Um mídia center movido a Raspberry Pi pode acessar boa parte dos serviços de streaming disponíveis hoje, como Netflix e Hulu e ainda ficar escondido atrás de sua televisão e ser controlado sem fios. Para controlar você precisará de um conjunto de mouse e teclado sem fios, ou um controle remoto ou ainda fazer tudo através de seu telefone celular. É mole?

Finalmente convencido? Você pode montar o seu mídia center com Raspberry Pi de várias maneiras. A mais simples é através de uma distribuição que já vem preparada com uma  versão do XBMC prontinha para rodar no Raspberry Pi. O XBMC, para os que ainda não tiveram contato com este fantástico programa, é um mídia player super completo. Além de contar com suporte a tudo quanto é tipo de arquivo de áudio e vídeo, ele também tem suporte à podcasts e streaming. Sua interface mostra filmes e discos com capa e ele é capaz de baixar informações sobre sua mídia automaticamente pela internet. Como ele também tem suporte a add-ons e plugins, suas possibilidades são praticamente ilimitadas. Vale muito a pena conferir!

A distribuição mais conhecida é a Raspbmc e é realmente bem simples de ser instalada. Com os arquivos do programa (e o Rasbperry Pi) em mãos, dá para ter tudo rodando em menos de uma hora. Projeto ideal para quem está começando! Veja no vídeo abaixo como fica legal o XBMC rodando no Raspberry Pi:

Seu próprio servidor de arquivos

Você adora os serviços do Dropbox e Google Drive mas não gosta da ideia de deixar seus arquivos nas mãos de terceiros? Sem problemas! Com um Raspberry Pi, uma conexão à Internet, um HD externo e um software gratuito, chamado Owncloud, você pode manter seus arquivos na nuvem sem depender de ninguém.

O projeto não é complicado, mas pode ser um pouco assustador para quem nunca mexeu com Linux ou não está familiarizado com linhas de comando e outros detalhes de networking. Nas instruções do projeto, está tudo bem detalhado, basta seguir os passos com calma.

Um super videogame retrô

O Raspberry Pi tem poder bruto de processamento considerável. Ele roda sem problema emuladores que suportam qualquer videogame até a era do primeiro PlayStation. Além de todos os clássicos do Nintendo, Super Nintendo, Master System e Mega Drive, você poderá jogar também os jogos de arcade, com a vantagem de não precisar colocar uma nova moeda a cada vida perdida. Sistemas antigões, como Atari e Amiga? Sem problemas!

Você só precisa baixar dois softwares gratuitos, o EmulationStation e o RetroPie. Para configurar o sistema todo, é necessário usar um teclado e mouse e transferir os ROMs (os arquivos que contêm os jogos) para o SD do Raspberry Pi. Mas uma vez feito isto, o aparelho já inicializa direto no sistema, prontinho para jogar. Conecte um joystick usb, chame os amigos e boa diversão!

As instruções são bem simples, como você pode ver no vídeo abaixo:

Existem vários outros projetos para Raspberry Pi que seguem a mesma linha. Um bom exemplo é o  Chameleon Pi, que permite você emular de maneira bem fácil vários consoles, computadores e arcades em seu Raspberry Pi. E para quem quiser deixar o projeto bem “style” e com cara das antigas máquinas de arcade, a dica é o Picade, um projeto no Kickstarter que montou um gabinete com controles e tela bem parecidos com as máquinas arcade. É colocar o seu Raspberry Pi dentro do Picade e se sentir num verdadeiro fliperama.

Controle qualquer aparelho elétrico com o Raspberry.

Como mostramos no post passado, o Raspberry Pi (assim como outros mini-PCs) possui portas GPIO. Com elas, é possível interfacear o Raspberry Pi com outros circuitos e fazer com que ele controle praticamente qualquer aparelho elétrico. Os projetos utilizando este recurso são mais complicados e envolvem muitas vezes o desenho de placas de circuito e softwares próprios para fazer a interface. Mas eles levam as possibilidades do Raspberry a outro nível.

Você pode começar aprendendo o básico, para depois fazer um controle remoto universal inteligente,um despertador que imita a luz do sol para te acordar, e depois controlar as tomadas da sua casa pela internet.

Espero que você tenha se animado com estas ideias de projetos para Raspberry Pi. E se você já começou suas experiências com o Raspberry Pi, conte para nós. Qual foi o seu projeto favorito? Mostre para a gente, aqui nos comentários!