DevSecOps

17 jan, 2014

Desbravando o comando wipe

100 visualizações
Publicidade

O comando wipe é bastante útil e, assim como o shred, exclui de forma segura os arquivos e diretórios individuais com alguns comandos simples. Então, vamos dissecar para compreender a ferramenta.

Instalação

Fedora e derivados

# yum install wipe

Debian e derivados

# apt-cache search wipe

Dissecando algumas opções

O comando abaixo, por exemplo, funciona recursivamente, apagando o diretório /mitsouko juntamente com todos os seus subdiretórios:

# wipe -rf mitsouko/

A opção -f diz ao wipe para não pedir confirmação da exclusão. A opção -r usa a opção recursivamente em todos os diretórios.

Realizando 4 diferentes limpezas

# wipe -rfQ 10 mitsouko_dez_13/

A opção q faz uma limpeza rápida.

Não remover um arquivo específico

Suponhamos que não sabemos o caminho do arquivo.

# wipe -rfiQ 47 >arquivo_morto.txt mitsouko/*

O comando acima, o wipe vai recursivamente através do diretório e de todos os seus subdiretórios e exclui tudo 47 vezes. Ele não irá pedir nenhuma confirmação, pois usei a opção -f. No momento em que terminar, tudo no diretório /mitsouko estará apagado – exceto o arquivo arquivo_morto.txt.

Com isso, demos nosso pontapé inicial nesta saga. Nos próximos artigos iremos conhecer outras opções do comando wipe.