DevSecOps

7 abr, 2015

Conheça o GVA – Gerenciamento do valor agregado

100 visualizações
Publicidade

Gerenciamento do valor agregado – GVA (em inglês, Earn Value Management – EVM) é uma técnica que visa monitorar o progresso das tarefas durante as fases do projeto, comparando o trabalho planejado com o realizado em determinado período de tempo. O resultado dessa comparação é a identificação de possíveis sinais de alerta no andamento do projeto, gerando novas estimativas baseadas nos índices de desempenho, além de possíveis ações corretivas.

Objetivo

O gerenciamento do valor agregado tem como objetivo coletar e interpretar os dados disponíveis no projeto, relacionados com as áreas de escopo, tempo e custo, gerando informações simplificadas que respondem as seguintes questões:

GVA – Objetivos
GVA – Objetivos

As respostas dessas questões oferecem ampla visão sobre possíveis desvios existentes no projeto, sendo geralmente abordadas em reuniões gerenciais, resultando em possíveis ações corretivas.

Técnicas para medição

O gerenciamento do valor agregado está diretamente ligado às tarefas, leia-se pacotes de trabalho, encontrados na EAP, que são definidos na fase de planejamento do escopo. Os pacotes de trabalho realizados são analisados para identificar o valor agregado pelo projeto, para isso contamos com algumas técnicas de medição.

Técnica Descrição
Fórmula fixa Divide o trabalho em duas partes que, somadas, completam 100%
Marcos com valores ponderados Converte atividade em dois ou mais marcos, definidos pela entrega parcial do trabalho, gerando custo específico
Percentual completo Atribui determinado percentual entre 0% e 100%, sendo multiplicado pelo custo previsto, para determinar parcela do custo já realizada
Característica compartilhada Referencia outra atividade, acompanhando sua medição
Nível de esforço Trabalhos indiretos realizado pelo projeto

Elementos básicos

Os elementos básicos são os pilares da técnica de gerenciamento do valor agregado, representam os dados que serão interpretados.

Português:

Sigla Identificação
VP Valor Planejado
VA Valor Agregado
CR Custo Real
ONT Orçamento no Término

Inglês:

Sigla Identificação
PV Planned Value
EV Earned Value
AC Actual Cost
BAC Budget at Completion

Variações

As variações são calculadas com objetivo de identificar possíveis desvios, comparando o trabalho planejado com o realizado/ estimado, sinalizando também possíveis atrasos, adiantamento ou conformidade com planejamento.

Português:

Sigla Fórmula Identificação
VPr VA – VP Variação do Prazo
VC VA – CR Variação do Custo
VNT ONT – ENT Variação no Término

Inglês:

Sigla Fórmula Identificação
SV EV – PV Schedule Variance
VC EV – AC Cost Variance
VAC BAC – EAC Variance at Completion

Índices de desempenho

Os índices de desempenho são calculados para gerar estimativas precisas, sinalizando também possíveis atrasos, adiantamento ou conformidade com planejamento.

Português:

Sigla Fórmula Identificação
IDP VA / VP Índice de Desempenho de Prazo
IDC VA / CR Índice de Desempenho de Custo
IDPT (ONT – VA) / (ONT – VP) Índice de Desempenho Para Completar – Baseado no Prazo
(ONT – VA) / (ONT – CR) Índice de Desempenho Para Completar – Baseado no Custo

Inglês:

Sigla Fórmula Identificação
SPI EV / PV Schedule Performance Index
CPI EV / AC Cost Performance Index
TCPI (BAC – EV) / (BAC – PV) To-Complete Performance Index – Based on schedule
(BAC – EV) / (BAC – AC) To-Complete Performance Index – Based on cost

Estimativas

As estimativas são previsões com objetivo de identificar impactos, facilitando o planejamento de possíveis ações corretivas.

Português:

Sigla Fórmula Identificação
ENT CR + ONT – VA Estimativa no Término – Baseado no planejamento
ONT / IDC Estimativa no Término – Baseado no índice de custo
ONT / IDP Estimativa no Término – Baseado no índice de prazo
EPT ENT – CR Estimativa para Terminar

Inglês:

Sigla Fórmula Identificação
EAC AC + BAC – EV Estimate at Completion – Based on planning
BAC / CPI Estimate at Completion – Based on cost index
BAC / SPI Estimate at Completion – Based on schedule index
ETC EAC – AC Estimate to Complete

Identificando desvios no projeto

Prazo:

Sigla Adiantado No cronograma Atrasado
VPr Maior que zero Zero Menor que zero
IDP Maior que um Um Menor que um

Custo:

Sigla Abaixo do orçamento No orçamento Acima do orçamento
VC Maior que zero Zero Menor que zero
IDC Maior que um Um Menor que um

Limitação da análise

Embora seja possível identificar informações das áreas de escopo, tempo e custo, essa técnica não aborda questões sobre o nível de qualidade das entregas, o que para alguns é considerado como negativo, pois algumas equipes classificam tarefas como finalizadas antes de analisar os resultados. Particularmente, considero um ponto em aberto, uma vez que essa definição é passível de customização, onde cada equipe pode criar sua própria, de acordo com sua cultura.

Conclusão

O gerenciamento do valor agregado é trivial para acompanhar projetos, fornecendo informações gerenciais continuamente, para manter as partes interessadas alinhadas sobre o desempenho dos projetos, além de possibilitar respostas rápidas para possíveis desvios. As informações coletadas pelo gerenciamento do valor agregado são utilizadas na criação de uma representação gráfica que consolida as principais dúvidas das partes interessadas, nomeada de Curva S, que será abordada no próximo artigo.

Referência(s)

  • Use a Cabeça – PMP. Greene, Jennifer & Stellman, Andrew