Hoje!

/Banco de dados

voltar
/Banco de dados

DatabaseCast: DBA ogro

PorDatabaseCast em

VitrineDatabaseCast69Olá, pessoal! Neste episódio, Mauro Pichiliani (Twitter | Blog), Wagner Crivelini (@wcrivelini) e o convidado Fabio Cotrim (dba.cotrim@gmail.com) assumem o comportamento ogro. Neste episódio, você vai aprender como se tornar um DBA ogro, falar não de forma romântica, vir anexado junto com o e-mail escrito com erros de português e em letras maiúsculas, negar WhitePapers, praticar o voo do urubu e exercitar a ironia e o sarcasmo.

Clique aqui para baixar o arquivo zipado

Não deixe de nos incentivar digitando o seu comentário no final deste artigo, mandando um e-mail para  databasecast@gmail.com, seguindo o nosso Twitter @databasecast, vendo informações de bastidores e as músicas do programa no nosso Tumblr e curtindo a nossa página no Facebook e no Google+ e assistindo aos nossos episódios no YouTube. Acesse o feed RSS do DatabaseCast neste link.

NOVA LOJA DO DATABASECAST NO ZAZZLE!

Compre a caneca Datas SQL com a sintaxe para manipulação de datas no Oracle, SQL Server, MySQL e PostgreSQL! Basta clicar na imagem abaixoFINAL_FotoColocaoReal Livro Conversando sobre Banco de dados do Mauro Pichiliani (Impresso e PDF,EPUB e MOBI)

CAPA_AMAZON_REDUZIDA_BLOGcover_front_medium

Você pode comprar a camiseta com estampa fractal Fluxo Matrix e Sonho Fractal diretamente neste link. Veja também:

feed-rss1Veja no gráfico abaixo a duração e os tempos aproximados de início e fim de cada bloco:

TamanhoEp69

Veja na tag cloud abaixo a contagem das palavras mais usadas nos e-mails, comentários e tweets do episódio anterior:

TagCloudEp69

Links do episódio:

Deixe um comentário! 5

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

  1. Case de Comportamento Ogro…

    Estava no cliente implantando nosso sistema e o cara do Comercial chega e, olha nossa conversa:
    – Luis, pessoal aqui esta adorando seu trabalho, você é um excelente profissional.
    – Ata, o que você quer?
    – po, o banco de dados da contabilidade que Antonio migrou ta dando divergência, tem como você dar uma olhada?
    – Deixa e base ai.
    – Você vai fazer?
    – Deixa eu trabalhar, gosto de silencio!

    depois disso ate o dono da empresa me ligou perguntando porque fui ignorante com o cara.

  2. Excelente episódio, todos nós temos nossos momentos ogros hahahaha porem temos que conter este instinto para uma melhor convivência com os usuários hahahaha.

    Parabéns pelo episódio muito bom, só tenho um ponto que discordo quando foi mencionado a regulamentação da área de TI, pois acredito que isso não trará benefício nenhum ao segmento, pois como bem sabemos essa atuação por parte do sindicato é mais uma manobra para arrancar dinheiro e não retornar benefício algum.

    Parabéns a todos os envolvidos no episódio e continuem sempre com este conteúdo de ótima qualidade.

  3. Trabalhei como DBA e também fui Gerente, e realmente as pessoas não entendem o que eh “Auto-Crítica”. Ninguém gosta de errar principalmente quando seu erro eh encontrado por outras pessoas, quando eh exposto então… Não acho que os DBAs são considerados “Ogros”, acho que são diretos, transparentes e como dito Sarcásticos. Tirando o sarcasmo, tem que levantar poeira mesmo e acabar com esse mimimi. O erro é uma oportunidade. As pessoas me consideravam um cara grosso, depois de começar a gerenciar passei a perceber que precisamos escutar e tratar as pessoas de forma diferente. Não precisamos estar rindo o tempo todo nem agradando o tempo todo. Precisamos de um clima sustentável, respeitoso e dar o resultado que a organização precisa.

  4. Olá Ogros, ops… olá pessoal!
    Muito legal o episódio! Eu acho muito válido quando vocês abordam assuntos “não-técnicos”, porque eles fazem parte de grande parte do nosso desenvolvimento profissional também, além de arquitetura, códigos, etc…
    Parabéns, achei bem legal. Obrigado.
    Grande abraço!

  5. HaHaHA… me identifiquei com esse episodio !!!

    Muitas vezes agimos desta forma por sarcasmo mesmo…kkk

    Mas na maioria das vezes, eh porque vemos os desenvolvedores (tambem sou!), achando que o banco de dados tem que se virar nos 30 e dar conta de todas as consultas malucas que o software esta tentando fazer, sem ficar lento.

    Bancos de dados sao geralmente muito grandes, e com informacoes extremamente importantes, portanto o nivel de responsabilidade envolvido, deve ser compativel.

    Como auto-critica, esse episodio foi excelente, para que o lado comportamental dos DBAs tambem evolua !

    Abracos galera, eu costumo ouvir os episodios quando vou e volto do trabalho, inclusive fiz um link no meu blog falando sobre esse episodio.

    Blog: http://blogsqlserver.blogspot.com.br/

    Obrigado!

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas: