Desenvolvimento

12 abr, 2019

Wikileaks libera documentos secretos após prisão de Assange

visualizações
Publicidade

Poucas horas depois da prisão de Julian Assange, o Wikileaks divulgou todos os documentos secretos que tinha. A organização ficou conhecida por liberar na internet documentos confidenciais obtidos de empresas e agências governamentais ao redor do mundo.

A liberação dos arquivos seria uma promessa antiga do WikiLeaks. A organização soltaria todos os documentos, caso Assange fosse preso. Julian, fundador do Wikileaks foi preso ontem, depois de perder asilo político da embaixada equatoriana, em Londres, por onde permaneceu durante 7 anos. Ele é acusado de espionagem.

Documentos secretos do Wikileaks

O diretório na internet está aberto com centenas de arquivos. Esses documentos tratam de informações sigilosas, com os mais diversos assuntos, desde e-mails de políticos até negociações entre países.

Reprodução

Brasil

Entre os dados divulgados, estão informações sobre políticos brasileiros como Tasso Jereissati e Roseana Sarney. Boa parte desse material já havia sido exposto pelo site.

Reprodução

Julian Assange é acusado de espionagem e estava na embaixada equatoriana em Londres há 7 anos.