Docker

24 mar, 2021

Podman, a nova opção para container engine – uma alternativa ao Docker

100 visualizações
Publicidade

Em todos os âmbitos do mercado de tecnologia existe uma competitividade muito alta, porém existem casos em que determinadas tecnologias ao surgirem dominam o mercado e não existe um concorrente direto disputando espaço de forma igualitária. Esse foi o caso do Git que surgiu e dominou o mercado de versionamento de código-fonte frente às opções da época (CVS, Subversion, Mercurial, entre outros).

E aconteceu algo semelhante ao Docker. Essa incrível ferramenta surgiu em 2013 e ressignificou uma série de atributos no ciclo de desenvolvimento de software desde a forma como um desenvolvedor trabalhar localmente na sua máquina até a forma de disponibilizar um código em produção, tornando-se praticamente um requisito a todo programador.

E ainda quebrou o paradigma do “Na minha máquina funciona”.

Se o Docker é tão bom, por que aprender uma alternativa?

A empresa por trás do Docker, a Docker, Inc. e o próprio Docker estiveram ligadas a fortes decisões que provocaram bastante agitação na comunidade de software no mundo inteiro.

  • Venda da Docker Enterprise para a Mirantis. Entre os acontecimentos, a Docker, Inc., deixa de ter posse do Docker Swarm, ferramenta de orquestração de containers nativa do Docker (para mais detalhes, clique aqui).
  • Restrição de solicitações pull no Docker Hub (para mais detalhes, clique aqui).
  • Kubernetes anuncia que deixará de dar suporte a containers Docker (para mais detalhes, clique aqui).

Todos os acontecimentos (com exceção do terceiro), possuem seu lado positivo e negativo e estão abertos a discussão e pontos de vistos.
E ainda, sobre o anuncio do Kubernetes, não é uma decisão pessoal contra o Docker, e sim uma decisão técnica devido ao Docker não ter se adequado ao CRI (Container Runtime Interface) do Kubernetes.

E de acordo com o próprio Kubernetes, o suporte ao Docker só será removido em uma versão futura (atualmente planejada para a versão 1.22, no final de 2021).

Isso não significa que o Docker está morto. Particularmente, acredito que o Docker se adequará ao CRI do Kubernetes.

O exatamente significa o fim do suporte do Kubernetes ao Docker?

O Kubernetes é o que chamamos de orquestrador de containers extensível. O que significa que o Container Runtime não é dele. É uma interface chamada de CRI – Container Runtime Interface. Isso quer dizer que o Kubernetes não é o responsável pelo build de imagem, pela execução do container em si. Ele orquestra quem o faz.

O Docker, por padrão, não é uma implementação CRI compliant. Com isso, é necessário criar um adapter para usar o runtime de containers do Docker no Kubernetes. Esse adapter chama-se DockerShim.

Logo, não é o Docker que será deprecated, e sim o DockerShim. E você pode entender todos os argumentos no Dockershim Deprecation FAQ, diretamente no blog do Kubernetes.

E assim chegamos ao Podman

Nesse momento de mudanças e definições a respeito do futuro do Docker, concorrentes que não eram tão conhecidos, vão ganhando força como ContainerD, CRI-O e o Podman.

A seguir vamos falar especificamente do Podman.

O Podman (o POD MANager) é uma ferramenta para gerenciar contêineres e imagens, volumes montados nesses contêineres e pods feitos de grupos de contêineres. Totalmente baseada em libpod, uma biblioteca para gerenciamento do ciclo de vida do contêiner que também está contida neste repositório. A biblioteca libpod fornece APIs para gerenciar contêineres, pods, imagens de contêiner e volumes.

Essa incrível ferramenta é um projeto de código aberto que está disponível na maioria das plataformas Linux e reside no GitHub .

Por fim, o Podman fornece um front-end de linha de comando compatível com Docker que pode simplesmente criar um alias para o Docker cli, **alias docker = podman** .

Isso é algo que a sua própria documentação sugere, consulte aqui

Principais diferenças entre Docker e Podman

O Docker possui dois blocos principais: Docker CLI e Docker Daemon.

Docker Daemon: é um processo constante em segundo plano que ajuda a gerenciar imagens Docker, contêineres, redes e volumes de armazenamento. E ainda existe uma API Docker Engine REST para interagir com o daemon Docker, acessada via protocolo HTTP.

Docker CLI é o cliente de linha de comando Docker para interagir com o daemon Docker. Naturalmente o usamos quando executamos qualquer comando Docker.

Devido essa arquitetura o Docker possui alguns problemas:

  • Docker é executado em um único processo (e todos os processos filhos pertencem a este processo), o que pode resultar em um único ponto de falha;
  • Se o Docker Daemon falhar, todos os processos filhos perderão o controle e entrarão no estado órfão;
  • Todas as etapas precisam ser executadas pelo root para as operações do Docker.

Enquanto isso o Podman foi criado sem daemon, ainda assim, é possível desenvolver, gerenciar e executar contêineres OCI em seu sistema Linux. Os contêineres podem ser executados como root ou no modo rootless. Com isso, possui alguns benefícios adicionais como:

  • Interage diretamente com o registro de imagens, contêineres e armazenamento de imagens;
  • O Docker é construído sobre um runtime container chamado runC e usa Daemon, em vez de usar o daemon, o Podman está usando diretamente o runC;
  • Não há necessidade de iniciar ou gerenciar um processo de daemon;
  • Há compatibilidade entre imagens do Podman e do Docker.

Instalando o Podman

O cliente MacOS está disponível por meio do Homebrew:

brew install podman

O cliente Linux/CentOS está disponível por meio do Yum:

sudo yum -y install podman

O cliente remoto mais recente para Windows está disponível nesse link.

Para outras distruições, consulte a documentação do Podmanclicando aqui.

Comandos no Podman

Help

podman -help

Na versão 2.2.1 do Podman, ao executar o comando acima, obterá a seguinte saída:

Para quem está habituado com os comandos Docker, percebe-se que realmente há bastante semelhança com a CLI do Podman, trazendo praticamente as mesmas opções de comandos, assim podemos simplesmente seguir trabalhando com os comandos que já conhecemos.

Conclusão

Nesse artigo aprendemos sobre o Podman, uma nova opção de container engine.
Entretanto, vale ressaltar que o Docker continua sendo a principal tecnologia quando o assunto é container e possivelmente isso não mudará tão cedo. Mas é válido conhecermos e explorarmos novas opções ao atual favorito do mundo de containers. Afinal, tecnologias podem passar, mas os conceitos são imutáveis.