DevSecOps

19 dez, 2017

Organizando seu repositório com Zenhub

100 visualizações
Publicidade

Você já teve aquela sensação que o Github não é o bastante para a complexidade das tarefas do seu projeto? Em contrapartida, utilizar outras ferramentas de to-do parece extremamente contraproducente? E se você conseguisse ter uma visão mais gerencial de seu projeto dentro do seu Github? PUF! (som de mente estourando), esse é o ZenHub.

Antes de começar a falar sobre ele, até 5 usuários ele é FREE, ou seja, você pode usar no seu projeto ou no seu time de DEVs sem nenhuma dificuldade ou custo de implementação/manutenção.

Tratando issues como stories

Ao instalar sua extensão em seu navegador e acessar o seu Github, automaticamente você tem a possibilidade de abrir o Board, permitindo acompanhar de uma forma bem mais visual repositórios, labels, milestones e quem está responsável por cada issue.

A beleza do Board está por tratar tarefas de desenvolvimento como o Trello faz, aproximando um PM ou SM que muitas vezes não está familiarizado com a parte dev, do time de desenvolvimento, inclusive gerando estatísticas de produtividade e Burndown.

O que mais usamos na empresa é o Milestone, pois definimos nossa sprint e conseguimos acompanhar o que está sendo feito e definir no backlog o que será feito para a próxima.

Porém, o item que mais me chama atenção no projeto é o ZenHub Epics. Basicamente, eles criaram uma camada acima da issue, onde você pode encapsular issues em um Epic, o que já é bastante comum em processos ágeis (backlog > epics > stories (issues)).

Eu, que sempre atuei como produto, tinha uma enorme dificuldade de observar issues sendo executadas e entender como estava e o quanto restava para o release dessa feature no meu produto. Criar label para as issues me soava uma gambiarra, e não me contentava em apenas criar uma checklist dentro de uma issue.

Está chegando uma nova geração de serviços voltados para produtividade dos devs. O que  você já está usando hoje? Conte-me no twitter @bernarddeluna.