Faltam apenas

ChAP: Chaos Automation Platform

Teste A/B e além: melhorando a experiência de transmissão da Netflix com experimentação e Ciência de Dados

Para conseguir disponibilizar a mesma experiência para seus usuários de diversas partes do mundo, a Netflix utiliza experimentos, modelos estatísticos, machine learning e uma cultura de decisão baseada em dados.

+

Como funcionam os sistemas imunológicos artificiais

No mundo da IA, aos poucos, iremos perceber que todos os algoritmos são baseados em comportamentos biológicos – que “nada” mais são do que modelos matemáticos capazes de replicar este comportamento. Hoje, abordaremos o algoritmo e algum uso prático dos Sistemas Imunológicos Artificiais (SIA).

+ +

Netflix OSS: requisições de Batch com Ruby on Rails e Ember.js

Com o processamento Batch é possível passar várias operações em uma única requisição HTTP.

Rumo a uma verdadeira integração contínua: repositórios e dependências distribuídos

Podemos fornecer aos engenheiros da Netflix os benefícios de uma monorepo e ainda manter a flexibilidade dos repositórios distribuídos?

Evolução da utilização de contêineres no Netflix

O Titus é a fundação da infraestrutura da Netflix para aplicações baseadas em contêineres, proporcionando gerenciamento de recursos e escala de clusters.

+

Redes neurais artificiais: o que são? Onde vivem? Do que se alimentam?

Nós sabemos que a inteligência artificial é uma tecnologia pujante, que, juntamente com a correta análise do Big Data, certamente será uma das ferramentas mais poderosas que nós teremos no futuro próximo.