Rumo a uma verdadeira integração contínua: repositórios e dependências distribuídos

Rumo a uma verdadeira integração contínua: repositórios e dependências distribuídos

Podemos fornecer aos engenheiros da Netflix os benefícios de uma monorepo e ainda manter a flexibilidade dos repositórios distribuídos?

Evolução da utilização de contêineres no Netflix

O Titus é a fundação da infraestrutura da Netflix para aplicações baseadas em contêineres, proporcionando gerenciamento de recursos e escala de clusters.

+

Redes neurais artificiais: o que são? Onde vivem? Do que se alimentam?

Nós sabemos que a inteligência artificial é uma tecnologia pujante, que, juntamente com a correta análise do Big Data, certamente será uma das ferramentas mais poderosas que nós teremos no futuro próximo.

BetterTLS – um conjunto de testes de restrições de nome para clientes HTTPS

Um recurso poderoso (mas frequentemente negligenciado) da especificação TLS é a extensão de Restrições de Nome.

Netflix Conductor: inversão de controle para os fluxos de trabalho

Este artigo traz mais algumas funcionalidades importantes adicionadas no último trimestre ao Netflix Conductor.

+

Apresentando o Stethoscope da Netflix

Stethoscope é uma aplicação web que coleta informações para um dispositivo e apresenta recomendações claras e específicas para a segurança de seus sistemas.

+

Criando uma interface de usuário de TV de alto desempenho usando React

Neste artigo, a engenharia da Netflix destacou algumas das estratégias utilizadas ao longo do caminho para otimizar o desempenho do aplicativo JavaScript.

Conductor Netflix: um orquestrador de microsserviços

O Conductor habilita a orquestração entre os serviços e também fornece controle e visibilidade para as interações.

+ +

Netflix na RecSys 2016 – Como foi

Você foi à ACM Conference on Recommender? Não? Nem nós, mas a Netflix liberou as apresentações que eles fizeram no aniversário de 10 anos desse evento.

+

A ferocidade da engenharia evoluída pelo mercado de software

Os tempos mudam, e essas mudanças (boas ou não) sempre são bem-vindas, pois nos fazem refletir sobre antigos pontos de vista e encarar os problemas através de novas óticas.