Cloud Computing

26 jun, 2014

Vagalume lança serviço para armazenar arquivos de músicas em nuvem

visualizações
Publicidade

Atualmente, muitas grandes empresas, como Google, Dropbox e Microsoft, disputam o mercado de cloud computing, fornecendo muitos GB de espaço gratuito para seus arquivos. Para somar nesse mercado, o Vagalume lançou recentemente o Vagalume Drive, com o objetivo de ajudar o usuário a manter todos os seus arquivos de músicas na nuvem. O Vagalume Drive é uma ferramenta gratuita e oferece mais de 50 GB de espaço.

vagalume-driveÉ possível reunir vários sites que disponibilizam conteúdo de áudio no Drive e ouvir as músicas na web. Além do YouTube, que já possuía integração com o Vagalume, é possível integrar conteúdo do Vimeo, 4Shared, Soundcloud, Official.fm e Grooveshark.

O novo serviço também oferece uma melhor organização de seus arquivos, facilitando a busca. Isso é possível graças à visão mais ampla de todos os discos virtuais juntos. Além disso, o Vagalume Drive trabalha com uma indexação de arquivos local ativando uma busca rápida – basta digitar parte do nome do arquivo na busca do topo que rapidamente você encontra o que está procurando. A busca é feita de forma simultânea em todos os discos virtuais.

O já conhecido sistema de playlists do Vagalume, Meu Vagalume, que integra os vídeos do YouTube, foi redesenhado com várias novas funções. Assim, é possível integrar essas playlists com as músicas armazenadas nos seus discos virtuais e em uma busca da web. Ou seja, uma playlist pode tocar um arquivo armazenado no Dropbox, outro no Google Drive e outro ainda no Soundcloud, por exemplo.

As legendas também estão disponíveis no Vagalume Drive, com um novo recurso de sincronização rápida. Caso o áudio não esteja exatamente no mesmo tempo, você pode atrasar ou acelerar para que a legenda fique exatamente no tempo da música. Assim que você modifica o tempo, ela já é gravada para funcionar corretamente na próxima vez que ouvir a mesma música.

Daniel Lafraia, Diretor Técnico do Vagalume, falou ao iMasters sobre os aspectos técnicos da nova ferramenta.

“No Vagalume sempre buscamos fazer as coisas utilizando recursos bastante atuais, mas pela grande audiência do site (mais de 30 milhões de usuários por mês) fica muito difícil utilizar recursos muito novos, pois precisamos dar suporte para alguns navegadores mais antigos. Desta vez, no Vagalume Drive decidimos colocar em um nível onde nos sentimos confortáveis de usar recursos muito pouco utilizados na web. Alguns exemplos:

  • Web Workers: Quando o navegador faz uma busca ou realiza alguma operação intensa (um loop, por exemplo), a interface fica travada por alguns instantes. Muitas vezes percebemos essas travadas no scroll da página ou numa animação que parece travar rapidamente. Como no Vagalume Drive realizamos muitas buscas remotas de sincronização (e acessos a outros objetos), utilizamos os Web Workers para que o navegador utilize uma thread separada do computador, sem comprometer a renderização e utilização da interface.
  • IndexedDB: Como queremos que a aplicação suporte milhares de arquivos simultaneamente, precisamos guardar os vínculos, a localização dos arquivos e a possibilidade de fazer buscas rápidas em toda a coletânea de arquivos. O IndexedDB permite criar um banco de dados local e realizar operações que seriam mais complicadas em memória.
  • File API: Ao acessar uma música remota (no Dropbox, por exemplo), ele baixa o arquivo para o seu computador. Nesse momento, gravamos no File API do navegador para que o arquivo possa ser acessado posteriormente. O File API abre a possibilidade de a aplicação fazer um diretório e controlar arquivos de forma segura (sem ter acesso às pastas normais do computador). Isso permite que, quanto mais se utilizar o Vagalume Drive, o playback fique instantâneo.
  • Chrome App: Com um app do Chrome, conseguimos ter acesso a algumas pastas locais definidas pelo usuário. Com isso, o Drive também passa a ter uma função de player local. Isso certamente vai ser cada vez mais explorado com o avanço do Chrome OS”.

É válido ressaltar que, mesmo com os seus arquivos na nuvem, o uso de cache permite o acesso rápido de arquivos como se estivessem em seu computador. Isso já é feito automaticamente no Vagalume Drive para você acessar quase que instantaneamente um arquivo pela segunda vez.

Em breve, o Vagalume Drive estará disponível para Android e iOS.