Desenvolvimento

15 abr, 2019

Mercado de robótica na América Latina encerra 2018 em alta; crescimento deve continuar nos próximos anos

visualizações
Publicidade

O mercado de robótica na América Latina encerrou 2018 com um valor de US$ 1,040 bilhão. Para 2019, a expectativa é de um crescimento de 21%, chegando a US$ 1,266 bilhão. O levantamento está publicado no Guia Semestral Global de Investimento em Robótica, desenvolvido pela IDC.

A IDC é empresa líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências para os setores de Tecnologia da Informação e Telecomunicações. O estudo da empresa mede a implementação dos vários tipos de robôs em 20 indústrias e seus modos de uso.

Robótica na América Latina

Para 2022 espera-se que o segmento de robôs industriais na América Latina represente 72% do mercado. Essa predominância será possível por causa, principalmente, da participação de Brasil e México. Os dois países são grandes fabricantes deste tipo de robô na região.

A IDC prevê que este mercado alcance US$ 2,150 bilhões. O levantamento aponta que devem se destacar neste período, também, os robôs para a produção de alimentos, que estão ganhando espaço devido à alta demanda de mão de obra no setor.

Casos de uso

Os casos de uso mais relevantes de robôs industriais são: montagem, solda, mistura, embalagem de produtos, inspeção e engarrafamento. Em relação ao segmento de robótica para serviços, os casos de uso mais importantes são: embalagem, inspeção de tubulações, produção agrícola e segurança.

De acordo com a IDC, em relação ao setor de consumo, ainda falta evolução para encontrar casos de uso relevantes. Segundo a empresa, por enquanto o que se tem são assistentes virtuais e pequenos robôs que ajudam em algumas atividades de limpeza nos lares.