Desenvolvimento

Desenvolvimento

Rakuten Brasil lança solução de pagamento para plataformas e paga 1% do valor transacionado em lojas virtuais para desenvolvedores

25 jul, 2018
Publicidade

A operação das empresas de e-commerce no Brasil é exposta a grandes desafios todos os dias – e a falta de conhecimento técnico ou de alinhamento entre os objetivos de lojistas e desenvolvedores pode dificultar ainda mais a operação do comércio digital de cada uma delas.

Percebendo os impactos dessa barreira, o Rakuten Pay (rakutenpay.com.br), empresa da gigante Rakuten Inc., detentora do maior conglomerado de fintechs do Japão, traz ao mercado brasileiro um modelo que promove a relação entre as lojas virtuais e os desenvolvedores, que são peças chave no desenvolvimento do comércio eletrônico a crescer no país.

A companhia criou um sistema de reconhecimento, comissionando os desenvolvedores que se juntarem ao programa Rakuten Developers e que integrarem a solução do Rakuten Pay em lojas virtuais. É muito simples: 1% do valor de cada pedido transacionado no e-commerce implantado será comissionado ao desenvolvedor ou agência responsável pela integração.

Esse valor será pago pelo próprio Rakuten Pay, sem onerar em nada o lojista, que passará a contar com uma das plataformas mais avançadas do mundo. “Criamos essa forma de reconhecimento para destacar a importância de um dos profissionais responsáveis pelo sucesso do varejista e incentivar o crescimento do setor com soluções de qualidade, alinhando os interesses dos desenvolvedores e dos lojistas”, declara René Abe, Presidente e CEO da Rakuten Brasil. “Nosso objetivo com esse modelo de negócios é beneficiar a cadeia do e-commerce de uma ponta à outra. Desta maneira, todos ganham com o aumento das vendas e ficam alinhados pelos mesmos interesses”, completa o executivo.

A partir deste mês, o Rakuten Pay fica disponível para as plataformas WooCommerce e Magento, além da sua própria plataforma Rakuten Digital Commerce. Os módulos WooCommerce e Magento foram desenvolvidos para ajudar os desenvolvedores, e serão disponibilizados gratuitamente. Para participar, o desenvolvedor ou a agência deve preencher o formulário de entrada no programa Rakuten Developers no site da empresa.

A equipe de especialistas da companhia, entrará em contato para fornecer os acessos e instruções de utilização dos módulos e APIs do Rakuten Pay. O contrato é fechado diretamente com o lojista de forma rápida e este deverá informar o código do desenvolvedor. Depois da entrega dos documentos, a resposta de aprovação da loja para integração ocorre em até 48 horas.

Desta maneira, o profissional precisa se preocupar apenas em integrar o meio de pagamento e ajudar o lojista a prosperar. A Rakuten, pensando no varejista que possui interesse em migrar para ferramenta, vai cobrir qualquer taxa de intermediação de pagamento existente no mercado. Para isso, o lojista deve apresentar uma comprovação do valor cobrado atualmente.

A integração pode ser plug and play (por meio de um plugin da empresa) ou via API (do inglês, Interface de Programação de Aplicações. Esta API possui uma documentação simples e prática para os “devs” que já atuam no e-commerce).

Após a integração, o desenvolvedor responsável vai ganhar 1% do valor de cada pedido transacionado por meio do Rakuten Pay na loja virtual. O comissionamento para o desenvolvedor entra em vigor a partir da primeira venda realizada pelo e-commerce usando o meio de pagamento.

Inspirada no modelo adotado pela multinacional no Japão, que disponibiliza aos usuários das soluções Rakuten formas de recompensas acumulativas por cada produto usado, essa estratégia criou um ecossistema grandioso em seu país de origem e inicia sua jornada no Brasil com grande expectativa.