DevSecOps

24 jan, 2013

Pesquisa aponta que BYOD aumenta a produtividade de funcionários

visualizações
Publicidade

Um estudo realizado pela Associação Brasileira de ebusiness (ebusiness Brasil) apontou que a tendência de possibilitar que o funcionário utilize equipamentos eletrônicos pessoais para fins corporativos, conhecido como BYOD, tem aumentado e vai avançar nos próximos dois anos.

byod

Segundo as informações coletadas, 48% das companhias participantes afirmaram que vão investir na ação em no máximo dois anos. A pesquisa ouviu em sua maioria empresas de grande porte e do segmento de indústrias.

Além disso, 39% dos entrevistados já trabalham com a prática, enquanto outros 28% estudam a possibilidade. Entre os benefícios apontados pelos profissionais está principalmente a mobilidade, com 76% das respostas, além da liberdade na decisão do usuário em escolher o dispositivo (44%) e a redução de custos com dispositivos (42%). Outros 38% admitiram o aumento na produtividade dos funcionários.

Entretanto, 69% dos participantes disseram que o BYOD ainda apresenta certa resistência, já que põe em risco a segurança dos dados. Outros aspectos como a estrutura de TI em atender os requisitos e até mesmo a segurança física dos equipamentos foram citados como possíveis obstáculos para investimentos.

O estudo revelou que a decisão de adotar o BYOD sofre pouca influência das áreas jurídicas e de Recursos Humanos (RH). Apenas 30% disseram ter alinhado a iniciativa da prática com essas áreas. Além disso, a área de TI não costuma gerenciar a nova tendência, segundo 49% dos entrevistados, e apenas 34% disseram focar o gerenciamento somente na informação de dados como e-mails, documentos e afins.

A análise foi feita com base em uma pesquisa aplicada pela ebusiness Brasil em novembro do ano passado e ouviu mais de 200 líderes da área, entre diretores e gerentes.

Com informações de Convergência Digital