Tecnologia

25 out, 2016

Novo padrão para Wi-Fi pode oferecer velocidades de até 8 Gbps

visualizações
Publicidade

A WiFi Alliance certificou o WiGig, um padrão de alta velocidade que era conhecido como 802.11ad. Usando beamforming – tecnologia razoavelmente nova que direciona as ondas de rádio emitidas pelo roteador para um ponto específico em vez de espalhá-las por todo o ambiente, melhorando o sinal e a velocidade -, ele pode produzir velocidades de até 8 Gbps, ou quase 1 GB por segundo a uma distância de até 10 metros.

O novo padrão opera no espectro de 60 GHz, que é menos congestionado, o que deve ajudar as velocidades. Os fabricantes de roteadores também podem implementar um recurso de handoff, que faria com que seu dispositivo fosse remanejado para outra frequência, seja de 2,4 GHz, seja de 5 GHz, quando você se afasta do ponto de acesso.

[awprm urls=https://imasters.com.br/noticia/mit-desenvolve-wi-fi-de-maior-alcance-e-tres-vezes-mais-rapido/?trace=824205206&source=news-search,https://imasters.com.br/noticia/para-pesquisador-senhas-transmitidas-pelo-corpo-humano-sao-mais-seguras-que-wi-fi/?trace=824205206&source=news-search]

8 Gbps é cerca de três vezes mais rápido do que os melhores roteadores 802.11ac podem oferecer atualmente. No entanto, no mundo real, a maioria dos dispositivos de hoje só consegue atingir mais ou menos 600 Mbps, menos de um quinto do máximo teórico em alguns casos. Em teoria, o 802.11ad deve ser mais rápido, mas você basicamente tem que estar na mesma sala que o roteador para se beneficiar de tais velocidades. Além disso, seu smartphone (ou laptop) teria que suportar o padrão, não apenas o roteador.

Segundo a WiFi Alliance, 180 milhões de dispositivos, como roteadores, laptops e smartphones, estarão usando o padrão até o fim do próximo ano.

Com informações de Engadget