Desenvolvimento

15 mai, 2019

Microsoft lança patches de segurança para evitar vulnerabilidades como o WannaCry

visualizações
Publicidade

A Microsoft está alertando os usuários de versões mais antigas do Windows contra vulnerabilidades. Quem ainda tem essas versões em seus computadores recebe o alerta de que é preciso instalar todas as atualizações que forem possíveis. Só assim, eles conseguirão proteger os equipamentos de um possível ataque generalizado aos sistemas.

Segundo a agência TheVerge, a empresa corrigiu uma vulnerabilidade crítica de execução remota de código. Essa atualização atingiu os Serviços de Área de Trabalho Remota existentes no Windows XP e Windows 7. Versões de servidor também fazem parte, como Windows Server 2003, o Windows Server 2008 R2 e o Windows Server 2008.

A atitude da Microsoft é considerada incomum pela TheVerge. A Microsoft decidiu adotar a medida e liberar patches para o Windows XP e Windows Server 2003, mesmo que ambos os sistemas operacionais estejam sem suporte. Os usuários do Windows XP terão que baixar manualmente a atualização do catálogo de atualizações da Microsoft.

Patches contra vulnerabilidades

Segundo a agência, Simon Pope, diretor de resposta a incidentes do Centro de Respostas de Segurança da Microsoft, disse que a vulnerabilidade é ‘wormable’. Ou seja, qualquer malware futuro que explore essa vulnerabilidade pode se propagar de um computador para outro de forma semelhante ao malware WannaCry, que se espalhou pelo mundo em 2017.

Na ápoca, milhares de computadores em mais de 100 países foram afetados pelo malware conhecido como WannaCry. O malware usou falhas em versões antigas do Windows para criptografar computadores e exigir um resgate de US$ 300 antes de desbloqueá-lo.