Microsoft lança novos serviços de IoT para empresas

PorRedação iMasters em

A Microsoft lançou hoje o IoT Central, um novo serviço de Internet de Coisas (IoT) que oferece às empresas uma solução totalmente gerenciada para configurar suas implantações de IoT sem precisar da experiência interna necessária para implementar uma solução de IoT baseada em nuvem a partir do zero. É basicamente IoT-as-a-Service.

Além disso, a empresa está trazendo seu Azure Stream Analytics para dispositivos de ponta, facilitando o fornecimento de novos dispositivos IoT e lançando serviços de análise totalmente novos para dados de séries temporais.

Segundo o TechCrunch, os dois novos serviços mais importantes aqui são, provavelmente, o lançamento do serviço IoT Central e a nova ferramenta Azure Time Series Insights. Como disse Sam George, diretor de IoT da Microsoft, a ideia aqui é disponibilizar uma série de novas ofertas que são complementares ao atual Azure IoT Suite da empresa. Apesar de a IoT dar a muitas empresas a oportunidade de diferenciar seus serviços dos concorrentes, ainda é preciso um conjunto especializado de habilidades para permitir isso.

Porntanto, o IoT Central pretende simplificar a implementação dessas soluções de IoT. “Os clientes aqui não precisam de nenhuma experiência em soluções em nuvem”, disse George. Em vez disso, o IoT Central é totalmente gerenciado pela Microsoft e oferece uma solução completa que abstrai todas as infraestruturas subjacentes e permite que os negócios se concentrem na análise de seus dados. Ele vem com soluções pré-configuradas para muitos casos de uso típicos. O que os usuários perdem, porém, é a flexibilidade de escolher seu próprio serviço de armazenamento ou mecanismos de análise, por exemplo.

Já o Azure Time Series Insights, que agora está disponível em preview, é uma nova base de dados da Microsoft que se baseia na mesma tecnologia que a própria empresa utiliza para registrar todos os eventos no Azure. Embora existam muitas exceções, os dados de IoT tendem a chegar de uma forma baseada no tempo, e o Time Series Insights é projetado para armazenar, visualizar e analisar interativamente esse tipo de dados para encontrar anomalias. Para os desenvolvedores, o serviço também oferece uma API para integrá-la aos fluxos de trabalho existentes.

A Microsoft também anunciou que seu serviço Azure Stream Analytics agora pode ser executado em dispositivos de ponta. Isso basicamente significa que esses dispositivos serão capazes de executar análises em tempo real localmente, sem ter que enviar todos os seus dados para o Azure primeiro. Apesar de a solução de nuvem ser destinada a analisar dados de milhões de dispositivos, um único dispositivo não produz realmente toda essa quantidade de dados, e até mesmo um Raspberry Pi muito básico tem poder suficiente para executar esse serviço localmente. Graças a isso, esses dispositivos podem funcionar mesmo quando eles não têm uma conexão confiável à Internet.

Deixe um comentário! 0

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas: