Desenvolvimento

14 fev, 2019

Apache lança NetBeans 10.0 com suporte ao JDK 11 melhorado

visualizações
Publicidade

A Apache Software Foundation lançou recentemente o NetBeans 10.0 com suporte melhorado ao JDK 11, adicionando suporte ao JUnit 5 e a reintegração dos módulos PHP, JavaScript e Groovy.

Escrito em Java e originalmente criado para a comunidade Java, o NetBeans é cross-platform, possui IDE poliglota que inclui suporte de linguagem para HTML5, PHP e C/C++.

Originalmente conhecido como Xelfi para IDE Java, o NetBeans foi criado por um grupo de estudantes de matemática e física da Charles University, na República Checa, em 1996. O NetBeans se tornou a principal IDE para Sun Microsystems e passou a ser aberto em junho de 2000.

Um ano depois que a Oracle inicialmente propôs a doação do NetBeans para a Apache, a primeira de várias doações de código foi feita em setembro de 2017 para o processo de incubação da Apache. O NetBeans 10 faz parte da segunda doação de código da Oracle.

O processo de transição do NetBeans envolve a reintegração de clusters do código doado pela Oracle no Apache. Essa reintegração de código é necessária para questão de licenciamento e envolve a leitura de todo o código-fonte para garantir que ele possa ser lançado legalmente pelo Apache.

Por exemplo, os clusters da plataforma, IDE, e Java foram reintegrados no NetBeans 9.0, considerado o lançamento inicial do Apache, e incluiu suporte para o Java 9 e 10.

Mais detalhes sobre todos os novos recursos podem ser encontrados na nova página do NetBeans.

O NetBeans pode ser baixado diretamente do repositório fonte no GitHub.

JDK 11

O suporte melhorado ao JDK 11,inclui:

  • Atualização do módulo nb-javadoc para o JDK 11
  • Remoção dos módulos Java EE e CORBA de acordo com o JEP-320
  • Depreciação do JavaScript Engine da Nashorn de acordo com o JEP-335
  • Suporte var para expressões lambda digitadas implicitamente de acordo com a JEP-323

JUnit 5

O NetBeans adicionou suporte ao JUnit 5, mas devido às diferenças entre o JUnit 4 e JUnit 5, a configuração é diferente com projetos feitos em Apache Maven e Apache Ant. Por padrão, o NetBeans usa o JUnit 5 ao gerar novos testes em projetos feitos em Maven. A IDE gera os novos testes e as dependências do JUnit 5 são adicionadas no arquivo pom.xml. O Ant oferece o JUnit Launcher, uma tarefa do Ant para ajudar a facilitar testes em JUnit 5.

Uma alternativa é usar o Console Launcher, uma linha de comando Java, aplicação oferecida pela JUnit, para projetos Maven e Ant. Um arquivo Jar executável, invocado como no exemplo abaixo, inclui uma variedade de opções configuráveis:

java -jar junit-platform-console-{ version }.jar --scan-class-path --class-path target/classes

J. Steven Perry, desenvolvedor independe de software, proprietário e consultor principal da Makoto Consulting Group, publicou um vídeo de quatro minutos e meio mostrando como usar o Console Launcher.

Roteiro 2019

A Apache se comprometeu a dois lançamentos em 2019, de acordo com seu roteiro. O NetBeans 11 está programado para ser lançado em março, com suporte ao JDK 12 e reintegração do cluster Java EE/Jakarta EE.

O NetBeans 12 está programado para ser lançado em setembro com suporte para o JDK 13 e reintegração do cluster C/C++, e o código C/C++ está atualmente em processo de ser doado pela Oracle.

Fontes