Desenvolvimento

15 set, 2015

Bootstrap 4 – o que vem por aí?

100 visualizações
Publicidade

Nesta aula, veremos algumas features que o novo update do Bootstrap irá trazer.

Elas também estão listadas abaixo:

1. Mudança de Less para Sass
O Bootstrap compila mais rápido do que nunca – graças a Libsass – e agora eles se juntaram a essa já grande e crescente comunidade de desenvolvedores Sass.

2. Melhoria no sistema de grids
Foi adicionada uma nova grid, que causará grande melhora nos dispositivos móveis. Também houve uma remodelagem completa nos mixins semânticos.

3. Suporte para flex-box
Depois de milhares de pedidos, finalmente o Bootstrap contará com o flex-box baseado no sistema de grids.

4. Novas opções de customização
Em vez de separar gradientes, transições, sombras e outras personalizações para uma folha de estilos à parte (como era na versão 3), todas essas opções foram colocadas em variáveis Sass. Quer transições padrões em tudo ou desativar os cantos arredondados? Basta atualizar a variável e recompilar.
Obs: As marcas agora possuem customizações privilegiadas nesta versão.

5. Fim dos blocos, das thumbnails e painéis. Dê boas-vindas aos cards!
Os cards se tornaram oficialmente os novos components do Bootstrap4. (Segundo informações, a aceitação dos cards pelo Material Design foi um dos motivos pela mudança.)

6. Novos módulos e oficialmente box-sizing
O Bootstrap 4 vem como novos módulos de documentação e traz oficialmente o box-sizing para aqueles que tanto ficaram na fila de espera pela chegada da funcionalidade.

7. Todos os plugins foram reescritos
Cada plugin foi reescrito com ES6 para aproveitar as mais recentes melhoras do JavaScript. A versão 4 vem com suporte para Universal Module Definition (UMD), métodos genéricos de subdivisão e verificação de tipcode opção, entre outros.
Melhoria do Tootips e Popovers: Muito mais personalizáveis e flexíveis as ações de mensagem.

8. Documentação melhorada
Toda a documentação foi reescrita em Markdown; foram adicionados alguns plugins úteis para simplificar os exemplos. Também foram colocados trechos de códigos para agilizar o trabalho.

9. Fim do suporte para IE8
O suporte para o IE8 foi abandonado, e as unidades de medida mudaram para REM e EM.
O fim do suporte significa que pode-se aproveitar as melhores partes do CSS sem o uso de CSS hacks ou fallbacks.
Pixels foram trocados por REMS e EMS, eventualmente para tornar ainda mais fácil a tipografia responsiva e dimensionamento do componente.
Se você precisar de suporte para IE8, vai ter que continuar usando o Bootstrap v3. (Diferente de antes, quando foi lançada a versão 3, a versão 2 foi descontinuada.)

10. Maior customização e flexibilidade
Nesta versão, os formulários de controle, margins e paddings receberam classes e estão mais customizáveis.

11. Lançamento do Booststrap Themes
Sim, agora temos uma loja oficial do Bootstrap.

12. Um pouco menos UI e mais possibilidades de customização, flexibilidade, performance e adaptação

Mais informações estão disponíveis no site oficial do Bootstrap 4.

Inscreva-se no canal!