Desenvolvimento

11 fev, 2015

Primeiro hackaton da indústria brasileira aconteceu na Campus Party

visualizações
Publicidade

A Ford promoveu a primeira maratona de desenvolvimento de software da indústria no Brasil durante a Campus Party 2015. O objetivo era incentivar a criação de aplicativos para carros conectados utilizando a plataforma de conectividade SYNC AppLink como interface de acesso. O prêmio para o primeiro lugar era um Novo Ka. Os criadores de outros projetos selecionados como finalistas terão o direito de ficar com um Novo Ka durante uma semana para aprimorar seus aplicativos.

O primeiro lugar ficou com Daniel Scocco, que criou um aplicativo que pode ajudar a reduzir o valor dos seguros nos automóveis. Chamado de “Bom Motorista”, o app reúne informações como geolocalização, velocidade, se a pessoa utiliza cinto de segurança e maneira que pisa nos pedais – todos os dados são coletados pelo celular ou pelo Sync. Esses dados seriam enviados para as seguradoras que, dessa forma, poderiam ter um perfil mais abrangente de seus clientes e, então, cobrar preços mais justos e eficientes.

Laura Martins / TechTudo As outras: foto: divulgação/Ford
Laura Martins / TechTudo

O segundo lugar foi do projeto “Car Data Applets”, criado por Mauro Pichiliani, colunista do iMasters e autor do podcast DatabaseCast. O app premitiria a criação, compartilhamento, uso e venda de Applets criados a partir de regras simples para diferentes funcionalidades – como tocar uma música a partir de uma velocidade X.

divulgação/Ford
divulgação/Ford

Já o terceiro lugar ficou com o aplicativo “Meu Filho”, que traz diferentes funcionalidades de conversas entre os pais e o colégio dos filhos, como a possibilidade de avisar quando está chegando para buscar a criança.