Faltam apenas 3 dias

Florianópolis recebe Python Brasil[12] neste mês

PorRedação iMasters em

A Python Brasil[12] vai reunir entre os dias 13 a 18 de outubro, no Centro Sul/Florianópolis-SC, desenvolvedores, grupos de usuários, empresas e pessoas interessadas em conhecer e divulgar a linguagem de programação.

O evento terá keynotes nacionais e internacionais com a participação de vários nomes importantes do setor, incluindo Naomi Ceder (autora do Livro Quick Python e membra do Conselho de administração da Python Software Foundation), Russel Keith-magee (Core team do Django e ex-presidente da Django Software Foundation), Sergio Oliveira (co-fundador da Associação Python Brasil e CTO da Crave Food Services) e Sam Agnew (Desenvolvedor evangelista na Twilio e da comunidade Python Nova York e Boston).

Em toda edição, há também um keynote sobre outra linguagem/tecnologia para que a comunidade Python possa conhecer e estar por dentro de outros ambientes. Na Python Brasil [12], a Hanneli Tavante, desenvolvedora que adora aprender novas linguagens, trará a linguagem Rust.

Além disso, três dias do evento serão dedicados às apresentações de palestras por desenvolvedores renomados da comunidade que vão mostrar como a linguagem Python tem sido utilizada em áreas como Big Data, Machine Learning, Servidores, IoT, Ensino, Performance, Segurança, Concorrência, Computação Científica. Além desses, temas como comunidade, empoderamento feminino e carreira estão na agenda.

O encontro também contará com tutoriais e sprints. Tutoriais são treinamentos gratuitos que duram de duas a oito horas, nos quais os participantes podem se tornar Jedi na linguagem Python. Entre os temas estão Introdução à programação, Hackeando dados públicos, Open Source e ERP, APIS Rest, Git, Machine Learning, Coding Dojo, Django, Kanban, Jogos e Apache Cassandra. Já os sprints correspondem a um dia dedicado a contribuir em projetos de software livre e no desenvolvimento de código. Na Python Brasil[12], alguns sprints são: mutirão para os portais Python Brasil e PyLadies Brasil, Biblioteca Rows, Projeto Spearkers Fight, Criação de wrapper e fishbows, e mesas de discussão sobre temas sugeridos na ocasião.

Nesta edição, as mulheres terão participação expressiva, contribuindo em 30% das palestras e sendo 17 palestrantes, o que é inédito na conferência e em grande parte dos eventos de tecnologia e inovação. Para concretizar esse marco, a PyLadies Brasil criou uma campanha em que o público pode contribuir – as recompensas serão entregues na conferência ou enviadas pelo correio. Acesse aqui o Crowdfunding Pyladies na Python Brasil[12].

Mais informações podem ser obtidas no site oficial da Python Brasil[12].

Serviço:

Deixe um comentário! 2

2 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas: