/Marketing Digital

voltar
/Marketing Digital

ePUB3: publicações multimídia interativas

PorFábio Flatschart em

ePUB3 : A fronteira final. Estas são as viagens da revolução digital, prosseguindo em sua missão de explorar novos mundos, procurar novos formatos editoriais, novos leitores e novos mercados, para audaciosamente ir aonde ninguém jamais esteve.

Em um mercado onde inúmeros players brigam pela primazia de estabelecer novos formatos e novas soluções, aqueles baseados em padrões abertos, interoperáveis e modulares ganham força para se afirmarem como referência. Esse é o caso do ePUB3, a fronteira final da multimídia e da interatividade nos livros digitais.

Como uma especificação oficial do IDPF (International Digital Publishing Forum) desde outubro de 2011, o ePUB3 é o formato padrão para a distribuição de publicações e documentos digitais. Ele padroniza a codificação e o empacotamento de conteúdo Web estruturado semanticamente, permitindo a integração de documentos HTML5, CSS, SVG, XML e JavaScript, entre outros, em um formato de arquivo único.

É compatível (em alguns casos ainda parcialmente) com todos os leitores, dispositivos e sistemas, menos com aqueles que distribuem o ecossistema Amazon/Kindle que, apesar de pioneiro e também baseado em HTML/CSS, caminha na contramão do mercado adotando os formatos proprietários .mobi, .azw e .kf8.

Enquanto a especificação ePUB2 é estruturada a partir de XHTML 1.1 e CSS2, na especificação ePUB3 temos (X)HTML5 e CSS3, o que abre um novo leque de recursos, entre eles:

Semântica

  • O uso dos novos elementos <section> <footer> <article> <header> e <aside> aproxima o mundo editorial da Web, pois são termos de fácil compreensão para autores e editores.
  • A construção do TOC (table of contents) do livro é marcada pelo elemento <nav>, o que faz todo sentido em se tratando de navegar pelo conteúdo através do sumário.
  • O atributo epub:type permite múltiplas inflexões semânticas que são associadas a um vocabulário específico (EPUB 3 Structural Semantics Vocabulary).

Apresentação

  • Todo o poder do CSS3.
  • Recursos visuais de layout como efeitos de texto, colunas, transparência e bordas personalizadas.
  • Utilização de Media Queries.
  • Layouts dinâmicos horizontais ou verticais .

Multimídia e interatividade

  • Uso dos elementos <audio> e <vídeo>.
  • Suporte para <canvas> e <svg>.
  • JavaScript.
  • Media Overlays para sincronização de texto, áudio e vídeo.
  • MathML (Mathematical Markup) para representar fórmulas e símbolos matemáticos.

A estrutura do ePUB3

De acordo com o IDPF, a especificação do ePUB3 prevê quatro subespecificações menores que formam o pacote final do formato:

  • EPUB Publications 3.0: Define os aspectos semânticos e os requisitos de conformidade da especificação.
  • EPUB Content Documents 3.0: Define as particularidades dos formatos HTML5, SVG e CSS para uso dentro de publicações no formato ePUB.
  • EPUB Open Container Format (OCF) 3.0: Define o processo de encapsulamento do conteúdo em um arquivo único (ZIP).
  • EPUB Media Overlays 3.0: Define formatos e processos para sincronização de texto e áudio.

O conteúdo principal de um livro ePUB3 é um documento de extensão XHTML, mas na prática renderizado como (X)HTML5 – uma serialização XML do HTML5 -, no qual é permitido usar a sintaxe XML/XHTML para exibir, por exemplo, conteúdo MAthML e SVG. Abaixo, um possível exemplo de estruturação para um pacote ePUB3:

revista

Apple, Kobo e Google eBooks são referências no suporte para as especificações do formato ePUB3, e o próprio IDPF desenvolveu um leitor, o Readium – uma aplicação open source que funciona como uma extensão do navegador Chrome.

Vários exemplos de ePUB3 estão disponíveis gratuitamente no site https://code.google.com/p/epub-samples, e para abrir e estudar os arquivos basta renomear a extensão .epub para .zip.

O formato ePUB3 é um dos frutos da Open Web Platform. Formada por tecnologias, serviços e formatos que orbitam ao redor do HTML5, ela permite soluções que dão uma nova vida ao conteúdo: plasticidade, organicidade, modularidade, interatividade e ubiquidade.

Leia o livro, ouça o livro, converse com o livro, rabisque o livro, brinque com o livro, estique o livro, amplie o livro, mergulhe no livro, compartilhe o livro, altere o livro, seja coautor do livro, traduza o livro, projete o livro como um holograma, vista o livro!

Não são apenas metáforas, são ações reais que estão ao alcance do leitor no mundo digital, e muitas delas já podem ser experimentadas hoje com ajuda do ePUB3!

Para saber mais:

***

Artigo publicado originalmente na Revista iMasters #7: http://issuu.com/imasters/docs/revista-imasters7

Deixe um comentário! 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais