/Banco de dados

voltar
/Banco de dados

MongoDB: importando dados dos últimos resultados da Mega-Sena

PorThiago Adriano em

Nesse artigo irei demonstrar como importar dados de um arquivo .csv para o nosso banco de dados MongoDB. Para criarmos um exemplo real, irei utilizar os últimos resultados da Mega-Sena.

Esses dados foram retirados do site da Caixa. Lá, você pode encontrar esses resultados disponíveis em formato HTML. Para facilitar os próximos passos, segue link deles em um arquivo .csv: mongo-megasena.

Para os próximos passos, nós precisaremos de um servidor MongoDB e um database. Para esse artigo, eu irei utilizar um que eu demonstrei a instalação no artigo: Docker: Criando servidor MongoDB.

Com o arquivo .csv no seu computador e o seu servidor configurado, abra o seu terminal e execute mongo para abrir o seu client e em seguida execute o comando abaixo:

use megasena

O comando acima criará um novo db no seu servidor, e para verificar se ele foi criado corretamente, execute o comando abaixo no seu terminal:

show dbs

Caso tudo esteja OK, ele aparecerá junto com os seus outros bancos de dados em uma listagem.

Agora para importar o .csv para o seu db, execute o comando abaixo no seu terminal:

mongoimport — host=127.0.0.1 -d megasena -c results — type csv — file megasena.csv — headerline

Analisando o comando acima, nós temos:

  • host: ip do servidor
  • -d: nome do banco de dados
  • -c: nome da collection. Para esse exemplo eu dei o nome de results
  • -type: tipo de arquivo selecionado. Ex.: podemos passar .json, .csv … etc
  • file: path do arquivo

Para verificar se todos os dados foram importados corretamente, execute o comando abaixo no seu terminal:

use megasena
db.results.count()

Abaixo você pode ver uma imagem demonstrando o resultado da execução do comando anterior.

resuts()

Por fim, execute o comando db.results.stats(). Esse comando mostrará mais detalhes da collection results. Abaixo você pode ver uma imagem com o resultado desse comando.

Com isso, finalizamos esse artigo. No próximo eu irei demonstrar como criar queries de consulta com base nos dados que acabamos de importar. Espero que tenham gostado, e até o próximo artigo desse série!

De 0 a 10, o quanto você recomendaria este artigo para um amigo?

 

Deixe um comentário! 0

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais
Este projeto é mantido pelas empresas:
Este projeto é apoiado pelas empresas: