Microsoft leva Red Hat Enterprise Linux para o Azure

PorRedação iMasters em

A Microsoft começou a vender licenças Red Hat Enterprise Linux. Desde ontem, você consegue implantar o Red Hat Enterprise Linux (RHEL) a partir do Azure Marketplace e obter apoio da Microsoft e da Red Hat para suas implementações.

Além disso, a Microsoft anunciou que está oferecendo imagens BitNami certificadas no Azure Marketplace, que agora suporta o OneOps, a plataforma open source de gerenciamento de ciclo de vida de aplicativos do Walmart. Até ontem, o OneOps apenas oferecia uma imagem de máquina para a plataforma AWS da Amazon.

Ver as palavras Microsoft e Linux juntos em uma única sentença ainda pode parecer um choque para algumas pessoas, mas a Microsoft diz que mais de 60% das imagens no Azure Marketplace agora são baseadas em Linux.

Leia também:

Red Hat e Microsoft também anunciaram previamente a parceria que resultou no release de ontem, de modo que o fato de que agora você pode subir máquinas virtuais RHEL no Azure não deve ser uma surpresa completa.

Também é importante notar que os usuários RHEL já foram capazes de portar suas licenças existentes para o Azure, mas agora ninguém será capaz subir uma máquina RHEL no Azure (por um preço adicional em cima do custo padrão de uma máquina virtual básica) e obter suporte total da Microsoft e da Red Hat.

Como Mike Ferris, diretor sênior de arquitetura de negócios da Red Hat, e Corey Sanders, diretor de gerenciamento de programa da Microsoft para Azure, disse no início desta semana, as duas empresas também estão trabalhando juntas suporte para clientes que optam por usar o route RHEL no Azure. Red Hat e especialistas de suporte da Microsoft estão realmente unidos para responder às perguntas de seus clientes, o que é uma novidade para ambas as empresas.

Como Ferris e Sanders destacaram, já há quase 100% de sobreposição entre as duas bases de clientes da empresa. Dado o foco da Microsoft em implementações de nuvem híbrida, dar a esses clientes a capacidade de executar o mesmo sistema operacional, tanto on-premise como em sua nuvem, é um movimento óbvio.

RHEL 6.7 e 7.2 e as imagens do RHEL estão agora disponíveis em todas as regiões Azure, com exceção da China e da plataforma Azure do governo dos Estados Unidos.

Com informações de TechCrunch

Deixe um comentário! 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: