Google se junta a operadoras de celular para criar novo formato de mensagens

PorRedação iMasters em

O Google que aprimorar o sistema de troca de mensagens atual. Para isso, a empresa está se unindo com as principais operadoras de telefonia, incluindo Sprint, T-Mobile, Orange e Vodafone para criar o RCS (Rich Communications Services ), que seria o sucessor do SMS e MMS – os padrões utilizados para enviar mensagens de texto e de imagens. Com o novo padrão, os usuários poderiam enviar fotos de alta qualidade, iniciar conversas em grupo e, potencialmente, fazer muito mais no futuro – talvez realizar chamadas de vídeo.

Nenhuma dessas características é novidade em 2016. Milhões e milhões de pessoas já têm acesso a esses recursos (e mais) em outros serviços de mensagens, como Facebook Messenger, WhatsApp, Line e iMessage da Apple. Mas a chegada do RCS poderia ajudar a simplificar o processo de comunicação. Se ele for embutido no aplicativo de mensagens padrão em novos telefones Android, então iniciar uma chamada de vídeo com alguém, um dia, poderia ser tão simples quanto o envio de uma mensagem de texto.

Leia mais:

Por enquanto, ainda não está claro exatamente como o RCS será implementado, nem se ele vai realmente funcionar em todas as operadoras. Em um anúncio feito pela GSMA, consórcio que reúne 800 operadoras, o Google disse que vai ajudar na criação de um cliente universal de RCS – atualmente chamado de Jibe – que será adotado por todas as operadoras participantes da entidade, que também poderão usar o protocolo para criar apps próprios de mensagens.

O RCS vem sendo desenvolvido há quase uma década, e a GSMA espera que o apoio do Google dê um impulso na adoção do padrão. Ainda não há data para lançamento, mas o Google afirmou que o Jibe estará disponível ainda este ano.

Mensagem do anunciante:

Desenvolva seu app na plataforma PrimeBuilder e concorra a R$10 mil reais. Quero participar.

Deixe um comentário! 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: