Cientistas criam disco do tamanho de uma moeda que armazena 360 TB

Redação iMasters em Tecnologia
Redação iMasters em Tecnologia
A- A+

Cientistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido, conseguiram armazenar 360 terabytes de informação em um pequeno disco de quartzo usando lasers.

Isso foi possível graças a um processo de gravação e recuperação de dados digitais baseado no formato 5D. Com ele, os pesquisadores utilizaram um feixe ultrarrápido que produziu pulsos de luz bastante curtos e intensos. Esses pulsos gravaram os dados em três camadas de pontos nanoestruturados, sendo que cada uma delas foi separada por apenas cinco micrômetros.

Leia mais:

De acordo com os cientistas, os dados podem ficar armazenados por até quase 14 bilhões de anos, sem qualquer perda de qualidade. Além disso, o armazenamento sobrevive a temperaturas de até 190 graus celsius.

Inicialmente, apenas arquivos mais leves, como textos, conseguem ser salvos na unidade de armazenamento, e o processo de leitura ainda é muito complexo.

A ideia dos pesquisadores é que essa forma de armazenamento possa guardar, em definitivo, a “história da humanidade”.

Confira o novo processo de armazenamento no vídeo abaixo:

Mensagem do anunciante:

Ferramentas da IBM exclusivas para criar seu próximo app! Acesso a APIs de computação cognitiva, livros técnicos da O'Reilly, Packt e muito mais no developerWorks Premium. Saiba mais.

Redação iMasters em Tecnologia

Dê Sua Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: