/Desenvolvimento

voltar
/Desenvolvimento

Pipeline – Desacoplamento na implementação de workflows com serviços de barramento

Alexandre Brandão Lustosa em Desenvolvimento
Alexandre Brandão Lustosa em Desenvolvimento
A- A+

Nós, profissionais da área de TI, sejamos arquitetos de sistema, gestores, analistas de infraestrutura ou desenvolvedores, estamos habituados a propor soluções com uso de um modelo online compartilhado, com um fluxo ou workflow totalmente baseado em controle por status, ou sequencial com concorrência transacional, para garantir a atomicidade.

Esse modelo convencional e mais conservador é de fácil compreensão por parte de profissionais, sejam eles de TI ou não, por refletir exatamente o modelo conceitual discutido em brainstorm e blueprint nas fases iniciais dos projetos, quando todo fluxo é direcionando para o banco de dados, sendo essa camada responsável por garantir a atomicidade, o estado e o controle do fluxo de dados.

No entanto, quando nos deparamos com problemas de performance, desempenho e tempo de resposta, a primeira solução que vem à mente é escalar o hardware, mas isso impacta diretamente no resultado, aumentando o custo por transação.

Pense grande para ser grande

Bela frase, não? Recentemente, fiz uma pesquisa para entender como grandes players de tecnologia efetuam o seu processamento e conseguem otimizar seus recursos de infraestrutura frente à evolução do negócio. Pense grande para ser grande, distribua o processamento com micro-serviços divididos e/ou agrupados por responsabilidade com workflows desacoplados em nível de infraestrutura com serviços de barramento.

O barramento de serviços utiliza o conceito de processamento por filas, no qual o conteúdo de cada item da fila pode ser apenas a chave ou o identificador de um objeto a ser processado. O formato dependerá da tecnologia empregada no projeto.

Apresento na figura 1 um exemplo de implementação de fila utilizando um pipeline baseado em troca de estado, no qual em cada fila há um agente responsável por:

  • Efetuar a aquisição da informação na fila, garantindo atomicidade;
  • Invocar o serviço que irá processar a regra de negócio;
  • Persistir os dados no banco de dados;
  • Analisar o resultado do processamento;
  • Tomar a decisão de passar o objeto para o próximo Data Bus – Pipe.

figura-1

Figura 1 – exemplo de workflow distribuído em serviços de barramento

figura-2

Figura 2 – exemplo de implementação do processo Agent com processamento assíncrono

Atomicidade transacional no barramento de serviços

Manter a atomicidade transacional no serviço de barramento é a característica mais importante do serviço de barramento, e isso pode ser garantido no nível de aplicação pelo agente responsável por retirar e inserir itens na fila. No entanto, essa não é a opção recomendada, pois, quando houver a necessidade de escalar o serviço de barramento, a quantidade de agentes apontando para a mesma fila poderá gerar erros de persistências, possibilitando que mais de um agente leia a mesma informação do barramento.

Para resolver o problema de atomicidade, deve-se definitivamente optar por filas atômicas, nas quais o controle de inserção e retirada de um item da fila fique a cargo do serviço de barramento; assim, quando houver necessidade, o número de agentes de serviços poderá ser elevado ao máximo necessário, aproveitando a capacidade de processamento e o uso balanceado dos recursos de hardware disponíveis.

figura-3

Figura 3 – exemplo de utilização de fila atômica com mais de uma instância do agente

No mercado, há diversas opções de tecnologia para uso do serviço de barramento, opções de instalação Stand-Alone, Clusters e Cloud Service. Seguem abaixo algumas delas:

  • Amazon SQS
  • IBM WebSphere MQ
  • Microsoft BizTalk
  • Microsoft Azure BizTalk
  • Microsoft Azure Service Bus
  • Microsoft Message Queue
  • Microsoft SQL Service Broker
  • RabbitMQ (Open source / Mozilla Public License v1.1)

Esses produtos oferecem diversos tipos de fila, como queue, tópicos, retransmissões, hubs de evento e notificação. Escolha o produto e o tipo de fila que irão se adequar melhor à sua necessidade de negócio.

Conclusão

Há diversas maneiras, cenários e tecnologias com características diferentes para aplicar o uso de filas com serviços de barramento. Otimize seus recursos, e pense grande para ser grande!

Mensagem do anunciante:

Conheça a Umbler, startup de Cloud Hosting por demanda feita para agências e desenvolvedores. Experimente grátis!

Alexandre Brandão Lustosa em Desenvolvimento

Dê Sua Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: