Seções iMasters
Design & UX + E-commerce

12 elementos criativos de design que inspiram a próxima geração de UX – Parte 02

Nesta segunda parte do artigo, você encontrará mais quatro elementos únicos e excepcionais de arte e layout criativos, bem como algumas dicas das melhores práticas que estão impulsionando o campo. Esperançosamente, alguns deles irão inspirar as direções do seu design também!

Ao total, os 12 elementos são:

  1. Produtos flutuando no background
  2. Tipografia é o design
  3. O infográfico como a ferramenta de comunicação primária
  4. O contador de histórias vertical
  5. Revele o app e o resto seguirá
  6. A interatividade perfumado
  7. Fluidez impecável em qualquer resolução
  8. A marca como um personagem de desenho
  9. Inspirado por impressão + design de papel
  10. A mensagem irreverente
  11. Foco na caixa de entrada
  12. Luz & sombra

Falamos dos quatro primeiros no artigo anterior. Vamos, agora, aos próximos:

5. Revele o app e o resto seguirá

Você se lembra desta cena, quando os Muppets tomam Manhattan? Claro que sim! Mas caso você tenha se esquecido (mesmo tendo visto um milhão de vezes quando era criança) e não esteja com vontade de assistir ao vídeo, é aquela em que o Kermit (o Caco, em português), depois de ter sido abatido com uma perda de memória temporária, informa a um grupo de sapos publicitários que, talvez, a melhor maneira de informar o público sobre uma nova sopa é simplesmente “dizendo o que o produto faz”.

Na imagem acima, está o Chart.io, levando o conselho do Kermit para o coração de seu design. Cinco palavras explicam o que o produto faz (é o “Google Analytics for Business Data”), enquanto o screenshot mostra uma interface que parece dar exatamente aquilo que promete.

Aqui está uma leve variação do mesmo problema para o site If This Then That

O app sozinho não se mostra tão elegantemente como o Chart.io, então o IFTT tomou a liberdade de soletrá-lo usando uma interface de tipografia visual. Ele me lembra um pouco da simplicidade inicialmente utilizada pelo Google, quando ele foi lançado (lembra quando todo mundo pensava que aqueles resultados azuis, tão minimalistas, eram a chave para o sucesso?).

6. A interatividade perfumada

A interatividade costumava significar complexidade e exagero, mas designers como Ian James Cox e Bianca Mangels estão mudando isso com elementos simples e brilhantes, como os mostrados abaixo:

O diagrama interativo do cérebro é apenas um veículo de entrega criativa para obter informações e que é claramente listado no lado esquerdo da página. Mas a atenção aos detalhes e o esforço extra o destaca da multidão. Eu devo ter olhado duzentos portfólios de design em outubro, e esse chamou minha atenção e manteve meu foco.

7. Fluidez impecável em qualquer resolução

Ainda é difícil de encontrar, mas já existem vários sites que utilizam o degradê de forma bem eloquente, e eles são excepcionais no telefone, no laptop, e em um monitor desktop. Um exemplo vem de Joshua Sortino, que o faz com perfeição. Aqui está seu site com largura de 1600px:

E aqui com largura de 400px:

Aqui está outro artista excepcional: The Manual, que utiliza a tática inteligente de manter o conteúdo à esquerda e deixa a fotografia tomar o resto do espaço:

Devido ao crescimento massivo da velocidade da web e o seu uso em dispositivos de todos tamanhos e formas, eu espero que essa prática se torne cada vez mais comum. Esperançosamente, outros conseguirão encontrar maneiras de fazer de forma tão bonita como esses dois. 

8. A marca como um personagem de desenho

No SEOmoz, existe o Roger Mozbot:

E a tendência de criar camaradas amigáveis de desenhos para personificar as marcas certamente está crescendo. Aqui está um exemplo do Fork, o CMS open source:

Outro favorito é o boneco do Wallt, que representa um artista de rua na Bélgica:

Eu gosto de mascotes de marca e gosto de desenhos. Até alguns anos atrás, era difícil encontrar ótimos exemplos na web, mas hoje existem dezenas, se não centenas, de representações sólidas.

Um grande segmento no Quora cobre muitos dos mais conhecidos entre as startups, e eu ficaria chocado se essa tendência não crescesse.

No próximo artigo, você vai conhecer mais quatro elementos de arte e layout criativos. Vai ganhar, também, algumas dicas sobre as melhores práticas que estão impulsionando este campo.

***

Este artigo é uma republicação feita com permissão. SEOMoz não tem qualquer afiliação com este site. O original está em: http://www.seomoz.org/blog/12-creative-design-elements-inspiring-the-next-generation-of-ux

Mensagem do anunciante:

Curso ao vivo de WordPress: Aprenda a gerenciar conteúdo no CMS mais popular do mundo com o Apiki WP Cursos. Vagas limitadas, matricule-se agora. Cursos Apiki

Comente também

1 Comentário

Rafael Corrêa Gomes

muito bom

Qual a sua opinião?