/Desenvolvimento

voltar
/Desenvolvimento

Vale a pena investir na carreira de desenvolvedor mobile

João Moretti
em Carreira

O setor de tecnologia da informação sofre
com a falta de profissionais qualificados. Como essa é uma área em constante
inovação, surgem novas necessidades e, por consequência, novas ‘profissões’.
Uma carreira que está em expansão e já sente – e muito – a carência de profissionais
é a de desenvolvedor de aplicativos para aparelhos móveis.

Atualmente, o mercado de TI emprega 1,2
milhão de pessoas, mas faltam cerca de 90 mil profissionais, segundo dados da
Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação
(Brasscom). É grande o déficit no setor e, se o quadro atual se mantiver, em
2013, serão 200 mil vagas em aberto.

Para os desenvolvedores mobile, os números
também são impressionantes. Em um estudo intitulado America’s Tech Talent
Crunch, o site de carreira em TI www.dice.com descobriu que os
anúncios de emprego para desenvolvedores em Android aumentaram 302% no primeiro
trimestre de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado. Já para
desenvolvedores em iPhone, as vagas cresceram 220%.

Os números mostram que há muitas
oportunidades no setor, e esse crescimento não é por acaso. Desde o ano passado,
houve um boom de smartphones e tablets. Os aparelhos móveis estão cada vez mais
populares, no Brasil e em todo o mundo, e há a necessidade de criar softwares
para esses dispositivos. As empresas precisam oferecer facilidades e
diferenciais aos consumidores para se destacarem.

Companhias dos mais variados segmentos
também já descobriram os benefícios que a mobilidade pode trazer e, por isso,
há demanda por desenvolvedores de aplicativos móveis corporativos. Além dos
eventos mundiais que acontecerão no Brasil – a Copa, em 2014, e os Jogos
Olímpicos, em 2016 –, que têm incentivado os investimentos em tecnologia e,
consequentemente, em mobilidade.

Para suprir essa ausência de profissionais,
as empresas vêm buscando algumas alternativas. A contratação de pessoas com
algum conhecimento em desenvolvimento de sistemas para capacitá-las
internamente para atuar com os aplicativos móveis é uma delas. Outras
organizações têm optado por terceirizar partes dos projetos para outros países,
como a Índia e a China.

Mas é claro que seria bem melhor se as vagas
fossem ocupadas por profissionais brasileiros. Os que não querem perder essas oportunidades
devem estar dispostos a estudar muito para acompanhar o mercado. Estar
atualizado e entender de negócios e processos também são requisitos básicos,
principalmente para quem pretende trabalhar em grandes empresas. Outro quesito
avaliado na hora de contratar é o conhecimento nas linguagens .NET e Java,
J2ME, Objective C ( iPhone e iPad), além do conhecimento de Banco de Dados.

A TI é uma área que oferece boa remuneração
e, com a carência de profissionais, os salários ficam ainda mais atrativos. Para
os desenvolvedores mobile, os valores variam entre R$ 180,00 a R$ 220,00 por
hora. Também há oportunidades para trabalhar com projetos que custam entre R$
20 mil e R$ 60 mil em média – mas esses números podem ser maiores dependendo do
tamanho da Aplicação.

Para trabalhar com TI, é necessário investir
na carreira porque a profissão exige o conhecimento da técnica. O ideal é ter
um conhecimento geral da área e se especializar em algum setor. A carreira de
desenvolvedor de aplicativos para aparelhos móveis está em alta, e a tendência
é ficar cada vez mais aquecida, afinal, a venda de tablets e smartphones só
aumenta. Vale a pena investir nessa profissão!

Mensagem do anunciante:

A Mundipagg lança a inovadora API em REST, garantindo flexibilidade e simplicidade na integração. Conheça as nossas funcionalidades.

João Moretti

Head de Marketing da MC1, multinacional brasileira com foco em processos e inteligência de negócios utilizando a mobilidade como plataforma tecnológica http://www.mc1.com.br/

11 comentários Comente também

  1. Moretti,
    Muito bom o seu artigo.
    Tenho estudado mobile / Android já pensando neste mercado q está crescendo.
    Os valores q vc passou R$ 180,00 a R$ 220,00 por hora é para desenvolvedor PJ?

    []s
    Fabio da Silva
    fabiophx.blogspot.com

  2. Bom dia!
    Sim, há projetos para grandes empresas que o valor fica próximo disso.
    Mas, geralmente, em projetos menores, devido a falta de profissionais especializados, o valor por hora pode facilmente chegar aos R$100,00.
    P.S.: Experiências próprias.

    Abraço.

  3. Vale mesmo?
    80,00 a R$ 220,00 por hora?
    Onde?
    Que tipo de aplicações mobile as empresas estão necessitando?
    E os padrões W3C (HTML5,CSS, bla bla bla) não se estendem para os mobiles?

  4. Bem interessante o artigo, parabens. Achei o valor hora apresentado um pouco alto. Acho que depende muito da empresa, e agrande maioria não pode pagar tão bem.

    Outro fato que acho que faltou foi postar algumas fontes destes cursos que são bem raros no Brasil, principalmente fora de São Paulo. Pesquisando no Google encontrei o http://www.treinaweb.com.br/ que ministra cursos de iPhone, iPad, Android e Windows Phone 7. Fica a dica!

Dê Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


2 + sete =

leia mais
Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: