Seções iMasters
Analytics + XML

Múltiplos sitemaps XML: aumento na indexação e no tráfego

Utilizar XML sitemaps e índices de sitemaps é uma técnica avançada que recomendamos a todos os nossos clientes na Distilled. Na verdade, Rob escreveu um post excepcional sobre esse tópico no inicio deste ano, sobre como diagnosticar problemas de indexação usando a estrutura de sitemaps. Sabíamos que era uma boa maneira de rastrear a indexação melhor do que usando site: mas você acreditaria em mim se eu dissesse que isso pode aumentar o tráfego do seu site também?

Pode. E temos prova de um cliente que está disposto a compartilhar sua história. Muito obrigada a Razoo, um site que ajuda outras pessoas a arrecadar dinheiro para caridade, por me permitir utilizá-los neste artigo.

Nota de esclarecimento: adicionar uma estrutura de sitemaps múltiplos não garante melhor indexação ou maior tráfego, mas PODE ter esse efeito. Razoo teve um sitemap implementado anteriormente, mas eles não foram atualizados e não
refletiram o conteúdo do site. Os resultados exibidos no final deste artigo ocorreram depois que eles implementaram sitemaps múltiplos.

Essa tática não é somente para grandes sites, ela pode ser usada por sites de qualquer tamanho, porque estamos sempre crescendo, certo? Certo. E é uma tática que deveria ser implementada desde o início – se possível, quanto mais cedo melhor. Quanto mais dados você tem na indexação, melhor. Mas mais do que apenas dados, se você fornecer aos mecanismos de busca um caminho claro para o seu conteúdo, melhor é. Então vamos começar do começo e falar sobre sitemaps e índices de sitemaps.

De um para muitos

Existem alguns sitemaps XML únicos padrão: um arquivo de código XML explicando aos mecanismos de busca quais páginas são importantes. Esse é um conjunto de instruções para os mecanismos de busca, e são mais diretrizes do que regras.
Aqui está um exemplo do site sitemaps.org de protocolo padrão.

 

Do sitemaps.org

Esteja você começando do zero ou pegando uma URL de 50 mil sitemaps para muitos, pode parecer assustador. Esse código parece intimidante de qualquer jeito. Você sabia que um sitemap pode consistir em um arquivo de texto com apenas URLs? Pode ser só isso. E isso pode ser inserido como um sitemap. #sóestoudizendo que complexidade não é o problema aqui, a questão é a organização.

A melhor maneira de quebrar muitos sitemaps é uma questão de como o seu site está estruturado. Você tem um blog baseado em um sistema com categorias e conteúdo em cada categoria? Você tem um conjunto de produtos? Ou muitos locais para o
seu negocio?

  • Simples: grupos de 100 páginas por sitemap (ou 1.000, ou 10.000, mas tente mantê-los pequenos)
  • Melhor: Páginas Estáticas (homepage, sobre etc), Produtos, Blog
  • Melhor ainda: Estático, Categorias, Subcategorias, Locais, Blog por Data etc.

A chave será estruturar seus sitemaps pela profundidade das suas páginas e por seção. Por exemplo, se fôssemos pegar um site sobre Vestuário para Bonecas raras e fazer o design da estrutura do sitemap para esse site, eu faria assim:

  • *Sitemap Principal
  • Páginas Estáticas: Home, Sobre, Entrega, Certificados de presente
  • *Calçados: Sapatos para Bonecas (Página de categorias, Backless Canvas Mules, Sapatos de balão, Etc), Botas para Bonecas,Vestidos para Bonecas, Pijamas para Bonecas *etc.

Índices do sitemap

No exemplo acima, o asterisco do lado do nome está indicando que o arquivo do sitemap é um índice, não um sitemap como mencionado acima. Índices de sitemaps são sitemaps que apontam para outros sitemaps. É isso que facilita e estrutura melhor a sua vida. Se você carregou cada seção do seu site como um sitemap separado, tudo bem, mas é bastante chato paginar através de ferramentas webmaster. Se você utilizasse índices, você poderia ver mais a fundo e visualizar
detalhes em áreas especificas. Deixe-me mostrar para você:

Nível 1: Visualização do Sitemap Principal em Ferramentas Webmaster

Nível 2: Note o “Formato” no topo esquerdo

O segundo screenshot mostra que o Google sabe que estamos olhando para um índice de sitemap, não para um arquivo de sitemap. Se essa empresa fosse além, eles seriam capazes de ver ainda mais detalhes. Quando mais você analisa os dados, mais você sabe sobre aquilo que não está sendo indexado. Rob descreveu isso como uma estrutura de árvore.

Nota: você não pode colocar listagens de páginas em um índice de sitemap, elas são apenas carregadoras de sitemaps. Você pode ter acesso a todos os detalhes de como escrever um indice de sitemap no site sitemap.org, então não vou te incomodar
com isso.

Só queria que você entendesse por que eles são uteis. Os índices de sitemap ajudam a:

  1. indicar onde os problemas de indexação estão.
  2. Permitir uma visualização geral (os número para o sitemap.xml) até as áreas específicas. Ótimo para
    relatórios!
  3. Mostrar aos mecanismos de busca qual deve ser a estrutura do seu site.
  4. Identificar possível conteúdo duplicado (há uma seção para sapatos de boneca e outra para
    botas de boneca? Isso pode gerar conteúdo duplicado se eles compartilharem produtos e se suas URLs forem
    diferentes).

Por favor, note que uma estrutura intrincada não é necessária para obter os resultados que o Razoo obteve. Isso é apenas melhor para você e para o que foi citado acima. Tem existido certa confusão sobre isso, então eu quis esclarecer.

Você se lembra daquele estudo de caso que eu falei sobre aumento de tráfego? Você queria ver, certo? A hora é agora, porque estes foram os que usei para ajudar com a indexação e com a estrutura. Eles apenas têm métricas melhores para essa implementação. Tem métricas melhores? Adoraria ouvir como elas funcionaram para você!

Estudo de caso: Razoo

Razoo não é meu cliente, mas é cliente do Mike Pantoliano, e eles recentemente viram um incrível aumento no tráfego. Checamos para ver se nada mais poderia ter causado esse aumento, e com certeza foi o uso dos sitemaps XML.

Veja o gráfico abaixo (cortesia de Mike). A seta mostra onde os sitemaps foram implementados.

Chequei as estatísticas mais uma vez e, elas continuaram subindo duas semanas depois do período avaliado.

Olhamos cuidadosamente e, sem dúvida, o número de páginas enviando tráfego disparou, mais que dobrou (486 para 1240). O mesmo aconteceu com palavras-chave enviando tráfego de busca orgânica: mais que dobrou (548 para 1347). Nada poderia ser atribuído a um golpe de sorte de uma palavra-chave ou página, tudo simplesmente subiu. Esse é o poder de uma boa indexação e de fornecer uma ajuda aos mecanismos de busca.

Portanto, tire um tempo para pensar no seu site e em sua estrutura. Fale com a sua equipe de TI e veja se eles conseguem ramificar os XML sitemaps em uma estrutura de árvore. Isso irá te ajudar a diagnosticar problemas ao longo do caminho
(indexação e duplicação) e pode até trazer fluxo ou tráfego, uma vez que os mecanismos de busca encontrarão conteúdos que não encontravam antes. O poder dos caminhos alternativos.

***

Este artigo é uma republicação feita com permissão. SEOMoz não tem qualquer afiliação com este site. O original está em http://www.seomoz.org/blog/multiple-xml-sitemaps-increased-indexation-and-traffic

Comente também

6 Comentários

sdfasdfasdfsa

dioausdpoifuaso difuaoisdu foiasu dfpoiuas pdofiua dsoifasdf

Tiago Baeta

Muito bom! Um grande prazer ter a Kate compartilhando o conteúdo com a gente!

Heverson Damasceno Jucá Rolim

Boa dica, ainda não tinha pensado em segmentar o sitemap criando índices.
Parabéns pelo post!

Ola gente!
Tenho um site com mais de 100 mil paginas e estou quebrando a cabeca pra criar varios sitemap’s, quem poder me indicar algum problema ou sistema em php que posso me ajudar nesse servico seria uma boa. Entrem em contato
danny_kel@hotmail.com
http://www.musicaevangelica.net

Seu Coletivo

Opa, to fazendo o sitemap do http://www.seucoletivo.com.br

muito obrigado pela ajuda…

Qual a sua opinião?