C# – Conexão com os principais SGBD atuais via ADO .NET

José Carlos Macoratti
em .NET

Neste artigo eu vou mostrar
(novamente) como você pode efetuar a conexão (apenas a
conexão) com os principais Sistemas de gerenciadores de banco de
dados (SGBD) atuais via ADO .NET usando a linguagem
C#.

Por que eu estou voltando mais uma vez a
esse
assunto?

Mensagem do anunciante:

A Mundipagg lança a inovadora API em REST, garantindo flexibilidade e simplicidade na integração. Conheça as nossas funcionalidades.

José Carlos Macoratti

é referência em Visual Basic no Brasil e autor dos livros "Aprenda Rápido: ASP" e "ASP, ADO e Banco de Dados na Internet". Mantenedor do site macoratti.net.

8 comentários Comente também

  1. Achei a matéria interessante, mas podia ser melhor. Eu sei que o produto é Microsoft mas quando se cria uma matéria se referindo aos principais SGBD e não coloca o Oracle entre eles é uma atitude no mínimo bairrista.

  2. Tambem acho que faltou o Oracle, e cara quem usa Microsoft Access como banco de dados, ou programa para sistema legado ou não sabe o que é banco de dados.

  3. Concordo com o Will. Mas não demereço a iniciativa do Macorrati. Esse artigo pra mim vai servir muito.
    Eu programo em C# (tento, rsrs) e conecto sempre o BD no SQL Server, que ao meu ver, e bem mais tranquilo que os outros. Mas nada contra! Negócios a parte.

  4. Parabens pelo artigo Macoratti, de maneira clara e objetiva o artigo cumpre o proposto. Uma dica para aqueles com um pouco mais de experiência em programação é a utilização do design pattern DAO FACTORY para reduzir o acoplamento(loosely coupled) entre as camadas.

  5. Gostaria de Saber como realizar a conexão em uma aplicação console, ou seja, sem a utilização da ferramenta visual studio para adicionar a referência ao namespace e classes de conexão. Como estou aprendendo C#.net puro sem o VStudio ainda não encontrei nenhuma página falando sobre isto. Estou tentando utilizar o Npgsql para conexão com o postgresql e o editor de texto puro Textpad.
    Não sei se é possível, mas se alguém souber como e puder plublicar agradeço.

  6. Criar um artigo focando os principais SGDBs do mercado sem falar em Oracle mais incluir Access, é um tamburete, é no mínimo estranho e deixa transparecer falta de conhecimento ou artigo tendencioso. Quanto a explicação gostei, pois foi bem objetiva.

Dê Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas: