Seções iMasters
Gerência de TI + Tecnologia

TI e Informática. Existe diferença?

Chegamos ao terceiro milênio, e informática
é uma palavra que conhecemos há bem pouco tempo,
talvez 40 anos. Durante todo esse período temos notado
uma rápida evolução tecnológica e
perceptível redução de seus custos, o que
possibilitou a sua “pulverização” em todos
os setores. Com isso, a informática está presente
em praticamente tudo que conhecemos. Essa “pulverização”
ocorreu principalmente dentro das empresas, onde a computação
passou a ser mais distribuída e culturalmente mais difundida.
Mas, como tudo na vida, o crescimento pode nos levar a duas realidades:
à organização ou à desordem. E é
nessa linha de raciocínio que iremos debater. TI ou Tecnologia
da Informação é um conceito um pouco mais
recente e merece uma discussão mais aprofundada sobre como
se pode obter vantagens competitivas desse recurso, tão
importante, e ainda não tão bem compreendido pela
grande maioria daqueles que a sustentam.

Quando se fala em informática, logo imaginamos
coisas como: computadores, impressoras, rede, etc. Vemos que isso
é algo que todas as pessoas conhecem, mas quando o assunto
é TI, devemos expandir nossas mentes para algo ainda mais
abrangente. TI é a organização dos recursos
tecnológicos e humanos com objetivos estratégicos
e empresariais, onde a informação passa a ter peso
de decisão.

Em Informática, o Processamento de Dados
é a coisa mais importante. É mais focado a serviços,
objetiva a realização de tarefas previamente conhecidas
pela empresa onde a interferência humana deve ser minimizada
ou zerada. Esse ditame é o que normalmente rege a maioria
das empresas que consomem serviços de informática.

Em TI, as informações produzidas
são mais importantes do que os recursos que as produzem.
Uma informação devidamente produzida deve conter
três qualidades imprescindíveis: Precisão,
Valor e Abrangência.

Uma informação precisa ou com um
determinado grau de tolerância, reduz o risco de dúvida,
tornando as decisões mais seguras. Uma informação
consistente representa minimização de redundâncias,
coesão de diversas fontes de dados e nos remonta ao fato
de que ocorreu toda uma normalização que possibilitou
a sua produção.

Valor é o grau de importância que
essa informação tem para a empresa. Uma informação
de valor, normalmente, tem caráter estratégico.
O que as empresas procuram em TI, afora o caráter computacional,
é o grau de comprometimento que a mesma pode produzir naquele
momento. Um dos maiores desafios da TI é graduar a informação
de acordo com os interesses em níveis estratégico,
tático e operacional de uma empresa.

Abrangência é o grau de propagação
e rapidez que essa informação tem em todos os ambientes
de uma empresa. Pode ter um alcance setorial, empresarial ou institucional.
Com o advento da internet estamos vivenciando fronteiras ainda
mais inexploráveis, possibilitando mensurar e qualificar
a todo o momento, qual o grau de influência que uma determinada
informação consegue atingir.

Percebe-se que parece mais fácil implantar
informática em uma empresa do que TI. Informática
requer implementação de recursos para a efetivação
de serviços, e isso é visto por muitas empresas
como um custo, e não deixam de ter razão, pois para
elas, é tão natural quanto ter qualquer outro recurso
necessário para sua existência como empresa, ou seja,
isso é um fator cultural na moderna organização
que as mesmas estão assumindo atualmente.

Para a realização da TI, as coisas
parecem um pouco mais complicadas, os custos são maiores
e o comprometimento da administração bem mais necessário.
Os objetivos tendem a transformar a computação de
dados da organização em algo supervalorizado e a
sua importância extrapola todos esses pontos facilitando
bastante a sua realização. O importante de tudo
isso é que mais cedo ou mais tarde, todos irão se
defrontar com essa nova face da tecnologia, só dependendo
de nós sabermos explorar todo o potencial que ela tem a
oferecer.

Enfim, o assunto é bastante abrangente e
merece muito mais discussão. Obrigado a todos e até
mais.

Mensagem do anunciante:

Canal de notícias do universo da tecnologia Blog Impacta

Comente também

11 Comentários

Grilo

Muito Obrigado. Responde minhas perguntas, tirou minhas Duvidas e me imformou mais aprofundadamente sobre o asunto !

angelica

OI como se tornar um profissional nesta area ?

Ricardo

que LIXO não entendi nada só encheu linguiça seu PORRA

    Vitor de Carvalho

    A opinião ricardo mostra justamente qual é a diferença entre o técnico de informática e o analista de TI. Vai formatar computador ricardo…

      Fernando

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!! Deve ser um daqueles pirralhos formatadores…

Ronaldo

O Ricardo, seu jumento…se você não entendeu, nem na área deve trabalhar. Enfim, muito bom o artigo, parabéns.

Fernando

Muito bom o artigo, tirei a minha dúvida, obrigado!

Elisabeth

Passei a ouvir falar deTI há bem pouco tempo, mas não sabia o que significava. Imaginei que era Técnico em linguagens:C++, HTML,Java além de montar ou consertar PCs. Agora
entendi.O artigo exposto tem muita clareza permitindo logo o entendimento do mesmo.
Parabéns.

elizangela

valeu;respondeu as minhas preguntas direitinho.

JORGE JJ

É FAZER!!!

Miguel

Na minha opinião Técnico em Informática é uma coisa e TI é outra.Apesar dos profissionais de TI serem assistidos por Técnicos de Informática, no que tange o processamento e armazenamento de dados, eles vão muito mais além.Cuidam do capital intelectual, coletam dados, pesquisam, desenvolvem métodos, processos, enfim, tratar Técnicos de Informática como TI beira o ridículo.

Qual a sua opinião?